Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10198/2556
Título: Prática de actividade física em jovens alunos do ensino superior público do concelho de Bragança
Autor: Ribeiro, Maria Isabel
Fernandes, António
Palavras-chave: Actividade física
Género
IMC
Estudantes
Ensino superior público
Bragança
Data: 2010
Editora: UTAD
Citação: Ribeiro, M.; Fernandes, A. (2010) - Prática de actividade física em jovens alunos do ensino superior público do concelho de Bragança. In Lopes, V. Rodrigues, V., Coelho, E. e Monteiro, M. (Coord.), Promoção da Saúde e Actividade Física: Contributos para o Desenvolvimento Humano, Vila Real: UTAD. p. 534-544. ISBN 978-972-669-969-9
Resumo: Vários estudos epidemiológicos têm evidenciado a importância da actividade física comprovando a sua contribuição para uma vida saudável e o bem-estar do indivíduo. Esta investigação tem como objectivos analisar o tempo que os jovens alunos do ensino superior público do concelho de Bragança dedicam à prática de actividade física. Assim, usaram-se os testes de Mann-Whitney e Kruskal-Wallis ao nível de significância de 5% para verificar se existem diferenças, estatisticamente, significativas no tempo despendido em actividades físicas tendo em conta factores como o género/classe etária e Índice de Massa Corporal (IMC), respectivamente. Para a prossecução destes objectivos, realizou-se um estudo transversal com base numa amostra estratificada e aleatória constituída por 348 alunos. Como instrumento de recolha dos dados foi utilizado o Questionário Internacional de Actividade Física (IPAQ) proposto pela Organização Mundial de Saúde (1998). Os resultados revelaram que, do total de inquiridos, 67,5% são do género feminino e têm, em média, 20,8 ± 1,4 anos de idade. Depois de categorizado IMC, verificou-se que 5,7% apresentaram baixo peso, 80,5% revelaram ter um peso normal e 12,2% mostraram ter excesso de peso ou obesidade. Para além disso, os resultados revelaram que os inquiridos disponibilizam, em média, 2 horas e 13 minutos por semana para a prática de actividades físicas leves ou moderadas. Já, na prática de actividades vigorosas, os estudantes despendem, em média, 1 hora e 8 minutos por semana. Os resultados da comparação do tempo dedicado à prática de exercício físico tendo em conta o género, a classe etária e o IMC revelaram que o género masculino despende mais tempo na execução de actividades vigorosas, enquanto, o género feminino emprega mais tempo na execução de actividades que exigem um esforço moderado. Por outro lado, verificou-se que o tempo dedicado quer a actividades moderadas, quer a actividades vigorosas é igual, independentemente, da classe etária e do IMC do inquirido.
URI: http://hdl.handle.net/10198/2556
ISBN: 978-972-669-969-9
Aparece nas colecções:CSE - Capítulos de Livros

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ribeiro.pdf153,4 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.