Biblioteca Digital do Instituto Politécnico de Bragança   Instituto Politécnico de Bragança

Biblioteca Digital do IPB >
Escola Superior Agrária >
Ciências Sociais e Exactas >
CSE - Artigos em Revistas Não Indexados ao ISI >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10198/972

Título: Avaliação da eficácia organizacional: o caso do ensino superior agrário português
Autor: Fernandes, António
Ribeiro, Maria Isabel
Palavras-chave: Eficácia organizacional
Ensino Superior
Ciências agrárias
Issue Date: 2007
Editora: Câmara dos Técnicos Oficiais de Contas
Citação: Contabilidade e Gestão. 4:1 (2007) p. 93-118.
Resumo: A avaliação da eficácia organizacional das instituições portuguesas de ensino superior agrário é o tema central deste artigo. O enquadramento teórico do tema revela a inexistência de consensos relativamente ao conceito estudado. Por essa razão, para fazer a construção teórica acerca da eficácia organizacional foi necessário recorrer ao uso de bases teóricas já existentes que permitissem pôr alguma ordem na confusão existente. Assim, às quatro dimensões de eficácia organizacional que podem encontrar-se no Modelo dos Valores Competitivos, nomeadamente, a dimensão burocrática, a dimensão humana, a dimensão sistémica e a dimensão racional; juntou-se uma nova dimensão que se apelidou de política. O carácter multi-dimensional da eficácia organizacional obriga ao recurso a uma bateria de 63 indicadores que permitem avaliar nove critérios de eficácia que, por sua vez, podem ser agrupados em três domínios, designadamente, o domínio académico, o domínio da adaptação externa e o domínio da motivação. Usando um questionário, os resultados mostram que os níveis de eficácia nos diferentes domínios são, globalmente, sofríveis. Apesar disso, o critério da qualidade obtém uma classificação elevada. Analogamente, os aspectos comportamentais característicos da dimensão das relações humanas e da dimensão dos objectivos racionais foram mais valorizados pelos gestores de topo das instituições de ambos os subsistemas.
The organizational effectiveness assessment of the Portuguese agriculture higher education institutions is the article’s central theme. The theoretical framework reveals the inexistence of consensus about organizational effectiveness. For that reason, the theoretical construction is based on the Competitive Model Values. Four dimensions of organizational effectiveness can be found in this model, namely, the bureaucratic/economic dimension, the human dimension, the systemic dimension and the rational dimension. But, another dimension of organizational effectiveness can be found in the literature about management - power and politics dimension. Therefore, the organizational effectiveness is a multi-dimensional construct that can be assessed using nine effectiveness criteria grouped in three domains, namely, the internal academic domain, the adaptation domain and the motivation domain that can be measured by 63 indicators. Using a questionnaire, the results reveal that effectiveness levels in the different domains are, globally, sufferable. Nevertheless, the quality criterion obtains a high classifi cation. Similarly, the behavioral aspects of the human relationships dimension and the rational objectives dimension are important to the top managers of both subsystems (universities and polytechnic institutes)
URI: http://hdl.handle.net/10198/972
Appears in Collections:CSE - Artigos em Revistas Não Indexados ao ISI

Files in This Item:

File Description SizeFormat
avalia%20eficaciacRCG.pdf673,47 kBAdobe PDFView/Open

Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 


  © Instituto Politécnico de Bragança - Biblioteca Digital - Feedback - Statistics
  Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE