Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10198/9659
Título: Um olhar do eu e do outro
Autor: Mateus, Maria do Nascimento Esteves
Palavras-chave: Educação
Escola
Família
Imaginário Social
Data: 2013
Editora: IPB, ESE, Departamento de Supervisão da Prática Pedagógica
Citação: Mateus, Maria do Nascimento Esteves (2013) - Um olhar do eu e do outro. In Livro de Resumos das IV Jornadas da Prática Pedagógica: o(s) DesEncontros entre a escola e a família. Bragança
Resumo: Com este trabalho, de índole teórica, pretendemos refletir sobre os (des)encontros entre a escola e a família, apoiados num cruzar de olhares que possam favorecer o diálogo e construir um entendimento objetivo, consciente e responsável. Esta relação, questionada por teóricos da educação e pela sociedade em geral, é um binómio ativo, gera diferentes pontos de vista, aviva o debate, esgrime prós e contras, culpa ora uns ora outros, pelo que, desde logo, é necessário ir ao encontro da aprendizagem de uma linguagem que permita colmatar possíveis pontos de fratura. Neste confronto está o olhar de cada um sobre o outro, assente no desconhecimento das dinâmicas de cada um dos lados, na forma como o imaginário social de cada um invade essa relação, na forma como cada uma das partes pensa, age e concebe o mundo. Este desconhecimento transforma-se numa relação, por vezes, preconceituosa, em que os direitos do “eu” são sempre mais valorizados que os direitos do “outro”, esquecendo que os deveres inerentes a cada parte podem ser uma ponte socioeducativa de encontro. A relação entre escola e família não envolve apenas uma discussão de conteúdos escolares, ela aviva complexas relações culturais, sociais e ideológicas, traduzidas em relações de género, de classe, de etnia, entre outras. Se para as famílias a escola é vista como uma perspetiva de um futuro melhor, a escola, por vezes, reage de forma preconceituosa, cria constrangimentos assentes no desconhecimento das diferentes histórias de vida dos envolvidos. Não podemos encarar esta problemática de forma reducionista, pois a aprendizagem escolar não se esgota nos argumentos de uns e de outros. Escola e família são o espelho em que nos refletimos e descobrimos o mundo em que vivemos e comungam do facto de prepararem as crianças/jovens para o desempenho de diferentes papéis numa sociedade competitiva, tecnológica e democrática.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10198/9659
ISBN: 978-972-745-155-5
Aparece nas colecções:CS - Resumos em Proceedings Não Indexados ao ISI/Scopus

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
IV JORNADAS DA PRÁTICA PEDAGÓGICA_RESUMOS_MAIO 2013-3.pdf868,73 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.