Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10198/7308
Title: Aquacultura: principais limitações e potencialidades dum sector em evolução
Authors: Geraldes, Ana Maria
Fernandes, Conceição
Valentim, Ramiro
Teixeira, Amílcar
Issue Date: 2010
Publisher: ESAB-CIMO
Citation: Geraldes, A; Fernandes, Conceição; Valentim, R; Teixeira, A. (2010) - Aquacultura: principais limitações e potencialidades dum sector em evolução. In Curso Produção e Tecnologias do Pescado: resumo das comunicações. Bragança: ESA. p. 9
Abstract: A aquacultura visa a criação de organismos aquáticos, nomeadamente peixes, moluscos, crustáceos e plantas aquáticas. Este processo implica a intervenção do homem tanto a nível económico, no aumento da produção, como ao nível do repovoamento e da protecção de espécies. A degradação dos habitats naturais, a poluição da água, a demanda crescente e a sobre-exploração dos recursos aquícolas selvagens, epicontinentais e marinhos, justificam a aposta no desenvolvimento do sector da aquacultura. É nesta perspectiva que inicialmente será apresentada uma panorâmica da evolução da importância da aquacultura, tendo em conta os principais constrangimentos e potencialidades futuras. De seguida, serão apresentados aspectos genéricos relacionados com o processo produtivo de espécies aquícolas tendo em conta os factores bióticos (e. g. características biológicas) e os factores abióticos (e.g. qualidade da água) condicionantes. Serão também abordados os diferentes processos de produção e focadas as sua vantagens e limitações, desde o sistema intensivo ao sistema extensivo.A aquacultura não se resume apenas à “produção intensiva” de espécies aquícolas para consumo humano. Neste contexto, existe um conjunto doutras oportunidades com fins científicos e/ou técnicos diversos que envolvem, por exemplo, a manipulação genética de animais e plantas (muito utilizada na aquariofilia) ou a conservação de espécies autóctones ameaçadas. Por fim, será ainda realçada a importância da aquacultura num quadro de sustentabilidade, com a devida mitigação de impactos negativos, muitas vezes associados à aquacultura intensiva.
Peer review: no
URI: http://hdl.handle.net/10198/7308
Appears in Collections:PTV - Resumos em Proceedings Não Indexados ao ISI/Scopus

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Resumos_ Curso Pescad_2010_Aquacultura.pdf111,58 kBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.