Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10198/6513
Título: Avaliação directa, em plataforma de força, do equilíbrio estático de idosos
Autor: Novo, André
Preto, Leonel
Mendes, Eugénia
Correia, João
Data: 2011
Editora: Associação Portguesa dos Enfermeiros de Reabilitação
Citação: Novo, André; Preto, Leonel; Mendes, Eugénia; Correia, João (2011) - Avaliação directa, em plataforma de força, do equilíbrio estático de idosos. In Congresso Internacional de Enfermagem de Reabilitação 2011. Lisboa
Resumo: Os distúrbios do equilíbrio em idosos representam um problema crescente de saúde pública devido à sua relação com quedas e lesões associadas (Kalisch et al., 2011). A complexidade do sistema de equilíbrio (interacção entre proprioceptivo, visual e vestibular) exige uma abordagem multidisciplinar completa para a avaliação e tratamento bem sucedido (Matsumura et al., 2006). O sistema vestibular detecta as acelerações lineares e angulares enquanto o sistema proprioceptivo recebe múltiplas informações que permitem perceber a posição e a velocidade de todos os segmentos corporais, o seu contacto com objectos externos, como o chão, e a orientação da gravidade. Às informações visuais acrescem as características externas do ambiente (Teixeira et al, 2010). O sistema vestibular detecta o movimento da cabeça no espaço e, por sua vez, gera reflexos que são cruciais para as actividades diárias, tais como a estabilização do eixo visual e a manutenção da postura da cabeça e do corpo (Sturnieks et al., 2008). Desenhou-se um estudo descritivo com o objectivo de avaliar de forma directa e caracterizar o equilíbrio de pessoas idosas bem como realçar a importância do sistema vestibular no equilíbrio desta população. O equilíbrio postural estático foi avaliado numa plataforma de força Metitur® em quatro tipos de teste com 30 segundos de duração cada um: 1. – normal de pé com olhos abertos; 2. – normal de pé com os olhos fechados; 3. – de pé sobre almofada com os olhos abertos; 4. – de pé sobre almofada com os olhos fechados. Foram calculadas três variáveis, para o equilíbrio, a partir do movimento do centro de gravidade para cada um dos testes de equilíbrio estático em pé: 1. – velocidade de oscilação antero-posterior (eixo x); 2. – velocidade de oscilação médio-lateral (eixo y); 3. – velocidade do momento (primeiro momento da velocidade, calculado com a média da área abrangida pelo movimento do centro de gravidade durante cada segundo do teste, tendo em conta a distância do ponto médio geométrico do teste e a velocidade do movimento durante o mesmo período). Foram avaliados 49 idosos (42 mulheres e 7 homens) com idade média de 68,73 ± 9,39 anos e com um IMC de 28,63 ± 4,77. Estabelecendo correlações, observou-se que a idade está positivamente correlacionada com diferentes tipos de avaliações em almofada: velocidade média do eixo x em pé sobre almofada com os olhos abertos (0358 *, p = 0,011), com velocidade média do eixo y em pé sobre almofada com os olhos abertos (0419**, p = 0,002), com velocidade média do eixo x em pé sobre almofada com os olhos fechados (0331*, p = 0,02) e com a velocidade média do eixo y em pé sobre almofada com os olhos fechados. Comparando os indivíduos estudados com valores de referência para a mesma idade e sexo (Era et al., 2006), podemos observar que nossos sujeitos alcançaram melhores resultados (menos velocidade) em ambos os eixos "x" e "y". Tendo em conta os resultados nas diferentes provas, o programa informático da plataforma atribui uma classificação para a importância dos diferentes sistemas envolvidos no equilíbrio. O sistema vestibular é responsável, por si só, por 55,19% do equilíbrio dos indivíduos estudados. Quando se divide a amostra em 2 grupos etários (inferior e superior a 70 anos) as diferenças são significativas e corroboram os estudos de Sihvonen (2004) que afirma que com a idade aumenta significativamente tanto a oscilação antero-posterior e médio-lateral como a velocidade do momento. Os sujeitos avaliados obtiveram melhores resultados relativamente aos valores de referência para indivíduos da mesma idade e do mesmo sexo. Apresentam também maior oscilação com a idade nos testes efectuados em almofada com os olhos abertos e fechados, quer no eixo x quer no eixo y, o que significa que o sistema vestibular tem um papel preponderante no equilíbrio dos idosos avaliados.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10198/6513
Versão do Editor: http://aper.com.pt/index_ficheiros/Page4117.htm
Aparece nas colecções:ESSa - Resumos em Proceedings Não Indexados à WoS/Scopus

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Comunicação_APER_Resumo.pdf184,05 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.