Biblioteca Digital do Instituto Politécnico de Bragança   Instituto Politécnico de Bragança

Biblioteca Digital do IPB >
Escola Superior de Saúde >
Departamento de Ciências de Enfermagem >
CE - Artigos em Revistas Não Indexados ao ISI >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10198/5951

Title: Percepção de saúde em alunos do ensino superior: atitudes e comportamentos promotoras de saúde
Authors: Antão, Celeste
Veiga-Branco, Augusta
Keywords: Saúde
Comportamento de saúde
Sexualidade
Issue Date: 2011
Publisher: International Journal of Developmental and Educational Psycology INFAD Revista de Psicología
Citation: Antão, Celeste; Veiga-Branco, Augusta (2011) - Percepção de saúde em alunos do ensino superior: atitudes e comportamentos promotoras de saúde. International Journal of Developmental and Educational Psycology INFAD Revista de Psicología. ISSN 0214-9877 3:1, p. 479-487
Series/Report no.: ano XXIII;
Abstract: A presente pesquisa parte dos conceitos de enabling e empowerment ao nível do cidadão em geral e dos estudantes do ensino superior em particular conhecer a Percepção subjectiva de conhecimentos e comportamentos em Saúde Afectivo Sexual. Metodologia: Design Transversal, Exploratório, Descritivo e Correlacional. Foi criado um questionário de Conhecimentos e Comportamentos de Saúde - aplicado a 382 Estudantes do IPB, baseado em Ribeiro, (2004) e Sousa et al. (2006). Resultados: A amostra apresentou 4 visões do conceito de saúde: “não estar doente” 42% ; “não tomar medicamentos” 86% ; “não ter nenhuma doença” 70%, e ainda 5% assumem que é “não ter sintomas de doença”. Relativamente à sua saúde Afectivo-Sexual, a maioria (31%), “… acha que não corre grandes riscos”; 5% nunca “Evita mudar de parceiro sexual”; (25%) por norma, “…gosta de fazer sexo e quando pode faço!”; 8% nunca “Evita ter relações sexuais com pessoas que conhece mal”, e 5% nunca “…evita ter relações sexuais protegidas” e quase totalidade dos estudantes (67%) assume que a sua vida sexual decorre essencialmente em contextos afectivos. Conclusões : O nível de conhecimento relativamente à saúde Afectivo-Sexual, revelam lacunas e imaturidades, pelo que se considera pertinente a aposta na Promoção/ Educação para a Saúde. Palavras chave: saúde, comportamento de saúde, sexualidade
Peer Reviewed: yes
URI: http://hdl.handle.net/10198/5951
ISSN: 0214-9877
Appears in Collections:CE - Artigos em Revistas Não Indexados ao ISI

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Percepção dos alunos.pdf639.67 kBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 


  © Instituto Politécnico de Bragança - Biblioteca Digital - Feedback - Statistics
  Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE