Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10198/17936
Título: Aprendizagem cooperativa e desenvolvimento de competências cognitivas e sociais no 1.° CEB
Autor: Martins, Ana
Pires, Delmina
Palavras-chave: Aprendizagem cooperativa
Ensino básico
Competências cognitivas e sociais
Data: 2018
Editora: Instituto Politécnico de Bragança
Citação: Martins, Ana; Pires, Delmina (2018) - Aprendizagem cooperativa e desenvolvimento de competências cognitivas e sociais no 1.° CEB. In III Encontro Internacional de Formação na Docência (INCTE): livro de resumos. Bragança
Resumo: O estudo que apresentamos teve como foco a Aprendizagem Cooperativa (AC), como processo de ensino-aprendizagem no ensino básico. Propomo-nos refletir sobre os seus objetivos e finalidades, bem como sobre a sua pertinência nos l.º e 2.º ciclos. Refletiremos, também, sobre as perspetivas teóricas da, AC: motivação, coesão social e cognitiva (desenvolvimentista e de elaboração), que enquadram o estudo, e com as quais relacionamos os resultados obtidos. O trabalho de investigação, bem como as experiências de ensino aprendizagem que desenvolvemos, emergem da seguinte questão de investigação: O trabalho cooperativo, em grupos heterogéneos, promove o desenvolvimento de competências cognitivas e sociais de elevado nível de abstração em alunos dos primeiros anos de escolaridade?, complementada com três objetivos fundamentais: a) estudar as características dos grupos em trabalho cooperativo; b) investigar a implementação de diferentes métodos de aprendizagem cooperativa com alunos do ensino básico; c) avaliar os dados obtidos pela prática de trabalho cooperativo em relação ao desenvolvimento de competências cognitivas e sociais de elevado nível de abstração. De entre as perspetivas teóricas da AC centramo-nos nas perspetivas da coesão social e cognitiva. Os diferentes métodos de AC que implementamos (grafïiti cooperativo, jigsaw, quebra-cabeças ou puzzle, grupos de trabalho para o sucesso e trabalho em pares) foram selecionados atendendo ao público-alvo, aos conteúdos a abordar e ao tempo disponível. Seguimos uma metodologia qualitativa, mas com recurso a dados quantitativos, em que os principais instrumentos de recolha, de dados foram a pesquisa documental, as notas de campo, o registo áudio e vídeo e a autoavaliação do trabalho individual e de grupo.Os resultados que apresentamos referem-se ao 1.º ciclo do ensino básico e mostram que a utilização desta metodologia em sala de aula desenvolve nos alunos competências de elevado nível de abstrção, quer cognitivas, quer sociais. No que se refere a competências cognitivas, enfatizamos a capacidade de selecionar e organizar informação relevante, o raciocínio, a argumentação científica e a aplicarão de conhecimentos (perspetivas desenvolvimentista e da elaboração). Relativamente às competências sociais, salientamos a capacidade de ajudar os colegas, cooperando com os outros para, atingir objetivos comuns, bem como a responsabilidade de grupo, para além da individual (coesão social).
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10198/17936
ISBN: 978-972-745-240-8
Aparece nas colecções:ESE - Resumos em Proceedings Não Indexados à WoS/Scopus

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Incte'2018.AC.DesenvolvimentoCompetênciasCS.pdf263,06 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.