Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10198/12645
Título: Caracterização nutricional de novos produtos alimentares à base de frutos de Vaccinum myrtillus L. de produção biológica
Autor: Pires, Tânia C.S.
Dias, Maria Inês
Barros, Lillian
Ferreira, Isabel C.F.R.
Palavras-chave: Vaccinum myrtillus
Valor nutricional
Açúcares
Ácidos gordos
Cromatografia
Data: 2015
Editora: Instituto Politécnico de Bragança
Citação: Pires, Tânia; Dias, Maria Inês; Barros, Lillian; Ferreira, Isabel C.F.R. (2015) - Caracterização nutricional de novos produtos alimentares à base de frutos de Vaccinum myrtillus L. de produção biológica. In III Encontro de Jovens Investigadores do Instituto Politécnico de Bragança
Resumo: A espécie Vaccinum myrtillus L. (Ericaceae) é muito conhecida pelos seus frutos pequenos e doces: os mirtilos. São consumidos em fresco, mas também utilizados em doces e compotas devido às suas propriedades digestivas e hipoglicémicas, e presença de vários compostos bioativos. Por estas razões, torna-se uma matriz muito apelativa para o desenvolvimento de novos produtos funcionais. No presente trabalho, três novos produtos à base de mirtilo, desenvolvidos pela empresa RBR Foods, foram caracterizados nutricionalmente em termos de macronutrientes, composição em açúcares e ácidos gordos, e valor energético. Os produtos resultaram da mistura dos frutos com pétalas de rosa (P1), pétalas de calêndula (P2) e maçã e bagas de goji (P3). Como produto controlo utilizaram-se os próprios mirtilos. O perfil nutricional dos novos produtos foi similar ao controlo: hidratos de carbono como macronutrientes mais abundantes, seguidos de proteínas, cinzas e gordura total. Relativamente à composição em açúcares, foram identificados em todas as amostras frutose, glucose e sacarose. P1 e P2 não apresentaram diferenças significativas em comparação com a amostra controlo, no entanto, P3 apresentou menor concentração de açúcares. Relativamente à composição em ácidos gordos, todas as amostras estudadas apresentam maior teor de ácidos gordos polinsaturados (devido, principalmente, à contribuição dos ácidos linoleico e alfa-linolénico) do que ácidos gordos monoinsaturados e saturados. Este trabalho contribuiu para a caracterização nutricional de novos produtos à base de mirtilo e insere-se num projeto mais amplo que visa estudar em pormenor estes produtos, nomeadamente o seu potencial de utilização como alimentos funcionais.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10198/12645
Aparece nas colecções:BB - Resumos em Proceedings Não Indexados ao ISI/Scopus

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Oral Nac. 71.pdf170,32 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.