Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10198/9782
Título: Desenvolvimento de métodos expeditos para quantificação de cisteína/cistina
Autor: Peixoto, Carla Sofia Andrade
Orientador: Silva, Carla
Amaral, J.S.
Ribeiro, António E.
Palavras-chave: Cisteína
Cistina
Cabelo
Espetrofotometria
HPLC
Validação
Data de Defesa: 2013
Resumo: No presente trabalho pretendeu-se estudar a aplicação das técnicas de espetrofotometria UV-Vis e da cromatografia líquida em fase reversa acoplado ao detetor de UV para deteção e quantificação de cisteína em amostras de cabelo, cedidas pelo CeNTI, e sujeitas previamente a um processo de hidrólise ácida. Neste trabalho, ambos os métodos desenvolvidos foram validados procedendo ao estudo de parâmetros como a gama de linearidade, limites de deteção e quantificação, precisão e exatidão. No método da espetrofotometria UV-Vis as amostras foram analisadas recorrendo a um espetrofotómetro da PerkinElmer, Lambda 35 de duplo feixe. A resposta foi calculada pela relação entre as absorvâncias dos vários padrões de cisteína e a concentração dos mesmos. Efetuando a análise do coeficiente de correlação para a cisteína foi possível verificar que a correlação entre as absorvâncias e a concentração dos padrões foi linear, verificando-se um R2=0.9995. O limite de deteção e quantificação para a cisteína foi de 0,002 mM e 0,005 mM, respetivamente. No método de HPLC todos os padrões (cisteína e cistina) e amostras de cabelo foram analisadas utilizando uma coluna C18, 5 μm, (15 cm e diâmetro de 4,6 mm), e uma fase móvel composta por ácido tricloroacético (TCA) 0,01M e pH=2,2 com acetonitrilo na proporção de 9,6:0,4. A resposta foi calculada pela relação entre área dos picos de cisteína e cistina vs concentração de cisteína e cistina. Pela análise dos coeficientes de correlação quadrática da curva de calibração para os padrões de cisteína e cistina constatou- se que existe uma boa correlação entre a área e a concentração dos padrões, tendose verificado um R2=0.9981 para a cisteína e R2=0.9978 para a cistina. O limite de deteção registado para a cisteína apresentou o valor de 0,040mM, enquanto para a cistina o valor foi de 0,021 mM. O limite de quantificação verificado par a cisteína foi de 0,120 mM e para a cistina foi de 0,064 mM. Os resultados de validação aplicados para a linearidade, limites de deteção e quantificação e exatidão das amostras analisadas demonstraram a aplicabilidade de ambos os viii métodos na deteção e quantificação de cisteína e cistina nas amostras de cabelo. No entanto efetuando a comparação dos dois métodos, verifica-se que o método da espetrofotometria foi aquele que permitiu detetar um maior número de resíduos de cisteína presente nas amostras de cabelo.
In the present work we intended to study the application of UV-Vis spectrophotometry and liquid chromatography coupled to an UV detector for detection and quantification of cysteine in several hair samples, provided by CeNTI, and previously subject to the process of acid hydrolysis. In this work, both the developed methods were validated by the study of parameters such as the range of linearity, limits of detection and quantification, precision and accuracy. In the UV-Vis spectrophotometry method the samples were analyzed using a spectrophotometer PerkinElmer Lambda 35 with double beam. The response was calculated as the ratio between the absorbances of various patterns and cysteine concentrations. Performing the analysis of the correlation coefficient for cysteine it was also observed that the correlation between the absorbance and the concentration of the standards was linear, providing a correlation coefficient of R2 = 0.9995. The limit of detection and quantification of cysteine was 0.002 mM and 0.005 mM, respectively. The HPLC method analyzed all standards (cysteine and cystine) and hair samples by using a C18 column, with 5 microns (diameter 15 cm, 4.6 mm) and a mobile phase consisting of trichloroacetic acid (TCA) 0,01M and pH = 2.2 with acetonitrile in the ratio of 9,6:0,4. The response was calculated as the ratio of the peak area versus cysteine and cystine concentration of cysteine and cystine. For the analysis of correlation coefficients of quadratic calibration curve for patterns of cysteine and cystine was found that there is a good correlation between the area and the concentration of the standards, having been an R2 = 0.9981 for cysteine and R2 = 0.9978 to cystine. The detection limit for registered cysteine showed the value of 0.040 mM, while for cystine value was 0.021 mM. The limit of quantification was verified pair cysteine and 0.120 mM cystine was 0.064 mM. xi The results of validation applied to the linearity, limits of detection and quantification and accuracy of the samples demonstrated the applicability of both methods in the detection and quantification of cysteine and cystine in hair samples. However making the comparison of the two methods, the results presented by the spectrophotometry method allowed to detect a larger number of residues present in hair samples cysteine.
URI: http://hdl.handle.net/10198/9782
Designação: Mestrado em Tecnologia Biomédica
Aparece nas colecções:TB - Tecnologia Biomédica

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Carla Sofia Andrade Peixoto.pdf780,78 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.