Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10198/9561
Título: Liderança servidora em diretores de escola do ensino pré-escolar e básico: uma necessidade relevante na dinâmica das politicas educativas das escolas públicas
Autor: Ribeiro, Maria Isabel
Bento, António
Data: 2013
Editora: Universidade da Madeira, Centro de Investigação em Educação
Citação: Ribeiro, Maria Isabel; Bento, António (2013) - Liderança servidora em diretores de escola do ensino pré-escolar e básico: uma necessidade relevante na dinâmica das politicas educativas das escolas públicas. In VIII Colóquio CIE-UMA: O Futuro da Escola pública. p. 98-107. ISBN 978-989-97490-4-7
Resumo: O termo “liderança servidora” foi criado por Robert Greenleaf na década de 70 do século passado. Acreditava que grandes líderes agem como servidores, colocando as necessidades dos outros, nomeadamente, dos membros da organização e da comunidade como primeira prioridade. As organizações escolares, pelas suas carateristicas próprias, são organizações onde a liderança servidora pode traduzir melhor os seus obectivos particulares tais como a interatividade da equipa, o potencial de cada um e a aplicação dos principios éticos no dia-a-dia. Esta investigação teve como objetivos identificar e avaliar comportamentos característicos de um líder-servidor em diretores de escola do ensino pré-escolar e básico, bem como, verificar se existiam diferenças nos comportamentos tendo em conta o género do líder, o tipo de escola (pública ou privada) e o tipo de ensino (préescolar e básico). Foi selecionada uma amostra probabilística não aleatória constituída por 58 professores do ensino pré-escolar e do ensino básico da Região Autónoma da Madeira. Os dados foram recolhidos no início do ano de 2012, usando como instrumento de recolha a escala “Servant leadership: development of a multidimensional measure and multilevel assessment” desenvolvida por Liden et al. (2008). Esta escala inclui uma lista de 28 itens que são, posteriormente, agregados em 7 comportamentos, nomeadamente, Competências conceptuais, Empoderamento, Ajudar os subordinados a crescer, Colocar os subordinados em primeiro lugar, Comportamento, Bem-estar emocional e Criar valor para a comunidade. Relativamente aos diretores de escola, para cada item o subordinado indicou o grau de concordância e discordância utilizando uma escala de 7 pontos. Os participantes tinham em média 38,3 anos de idade (DP ± 8,36), variando as idades dos 26 aos 60 anos. Assim, 89,7% dos professores lecionavam numa escola pública localizada em meio urbano, e 51,7% no ensino pré-escolar. Os seus diretores/líderes eram na sua maioria do género feminino (69%). Este artigo é constituído por 5 secções. A presente descreve os objetivos e a estrutura do artigo. A secção 2 apresenta uma breve revisão da literatura sobre a liderança servidora. A secção 3 constitui a parte empírica do trabalho propriamente dita, sendo apresentada a metodologia utilizada. Na secção 4 mostram-se os resultados mais pertinentes desta investigação. Por fim, a secção 5 encerra com a discussão e as conclusões.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10198/9561
ISBN: 978-989-97490-4-7
Aparece nas colecções:CSE - Artigos em Proceedings Não Indexados ao ISI/Scopus

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Livro de atas VIII Coloquio - v1.5-1.pdf458,11 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.