Biblioteca Digital do Instituto Politécnico de Bragança   Instituto Politécnico de Bragança

Biblioteca Digital do IPB >
Escola Superior de Educação >
Teses de Mestrado >
CE - Ciências da Educação - Administração Educacional >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10198/6872

Título: A construção de uma escola para todos: direito à educação, direito à diferença - um estudo num agrupamento de escola
Autor: Costa, Alzira do Espírito Santo Fernandes Oliveira
Orientador: Ferreira, Henrique da Costa
Santos, Graça
Issue Date: 2011
Editora: Instituto Politécnico de Bragança, Escola Superior de Educação
Citação: Costa, Alzira do Espírito Santo Fernandes Oliveira (2011) - A construção de uma escola para todos: direito à educação, direito à diferença - um estudo num agrupamento de escolas. Bragança: Escola Superior de Educação. Dissertação de Mestrado em Ciências da Educação – Administração Educacional
Resumo: No presente trabalho, apresentamos um estudo de caso, levado a efeito num agrupamento de escolas da Terra Fria Transmontana (o Agrupamento ALFA), identificando as dificuldades vividas pelos professores para encontrarem respostas adequadas à diversidade de alunos no âmbito de uma Escola para Todos. Na vertente teórica, analisamos as políticas educativas, no que respeita à construção da Escola para Todos, através dos apoios educativos e especiais para os alunos com dificuldades de aprendizagem e com necessidades educativas especiais, minorias étnicas, alunos provenientes de outras nacionalidades e, ainda, através de medidas diversificação e diferenciação curricular, em geral. Em síntese, analisamos o confronto entre uma cultura da homogeneidade com uma cultura de heterogeneidade, própria da actual diversidade de públicos (de culturas, de etnias, de civilizações e de problemas, na Escola) A vertente empírica baseou-se: 1) num inquérito a todos os professores do Agrupamento; 2) num inquérito a todos os professores do Conselho de Turma do grupo-turma em estudo; 3) numa entrevista à Directora de Turma; 4) na análise documental do Projecto Educativo, do Projecto Curricular de Escola, do Plano Anual de actividades, do Projecto Curricular da Turma em estudo, do Projecto Educativo Individual de alguns alunos; e, 5) dos Relatórios e das Actas do Conselho de Turma do grupo-turma, referentes ao ano lectivo de 2010/2011. Através da análise das respostas a estes instrumentos de recolha de dados, descrevemos, por quadros e gráficos, alguns aspectos da actuação dos professores e das suas ideias, e, ainda, dos obstáculos/constrangimentos e das necessidades por eles sentidas, no processo da diferenciação curricular e pedagógica. A análise do modo como os professores do Agrupamento ALFA promoveram estratégias de diferenciação face aos seus diferentes alunos foi feita através de questionários de uma entrevista e dos documentos orientadores do processo curricular do grupo-turma. Como resultado do estudo realizado, depreendemos que as políticas educativas e curriculares lançam hoje um conjunto de grandes desafios à direcção dos agrupamentos e aos professores, com vista à transformação da escola de massas e de públicos heterogéneos numa escola de sucesso para todos; Depreendemos também que os professores e a direcção revelam uma atitude abertamente favorável às questões referentes à diferença e à escola inclusiva. Contudo no que diz respeito à formação contínua, os inquiridos considera que tem estado pouco atenta às questões da inclusão. E ainda que é fundamental também envolver os pais/encarregados de educação no processo educativo. Por fim, os dados obtidos ao longo do nosso percurso investigativo levam-nos portanto a afirmar, que a nível das percepções dos professores parece existir uma atitude claramente favorável à diferença, que nitidamente será facilitada com a ajuda de formação contínua. In this paper, we present a case study carried out in the Agrupamento de Escolas da Terra Fria Transmontana (the Agrupamento ARCO-ÍRIS), identifying the difficulties experienced by the teachers to find appropriated answers to the diversity of students that attend the school of the Agrupamento. The study involves a theoretical and empirical aspect. In the theoretical aspect we analysed the education policies with regard to the construction of a School for All , through social support to students in economic difficulty and the special educational support for students with learning difficulties, and special educational needs, ethnic minorities, students from other nationalities, and also through the diversification measures and curriculum differentiation in general. In summary, we analysed the confrontation between a culture of homogeneity and a culture of heterogeneity proper of the current diversity of audiences (of cultures, of ethnic, civilizations, and problems at school.) The empirical aspect was based on: 1) an inquiry of all teachers in the Agrupamento; 2) an inquiry of all teachers in the Conselho of Turma of the group-class in study; 3) an interview with the Diretora of Turma; 4) documental analysis of the Projeto Educativo, the Projeto Curricular of Escola, the Plano Anual Atividades, the Projeto Curricular of Turma in study, Projeto Educativo Individual of some students, and 5) Reports and minutes of the Conselho of Turma of the group-class, related to the school year of 2010/2011. Through analyses of the answers to these instruments of data collection, we describe by tables and charts, some aspects of the performance of teachers and their ideas and also the obstacles/constrains and the needs felt by them in the process of differentiation curricular and pedagogic. The analysis how teachers of the Agrupamento ALFA promoted differentiation strategies to meet their different students, was done through interview questionnaires and documents guiding the process of the group-class curriculum. As result of the study accomplished, we conclude that educational policies and curricula launch today a set of challenges to the Direction of the Agrupamento and teachers for the transformation of school masses and heterogeneous public in a school with success for all. Teachers and Direction, show a positive and openly attitude to issues referred to inclusion and to the inclusive school. However, in what concerns to the continuous training, the respondents considered that has been paid less attention to issues of inclusion. It is also essential to involve parents/carers in the educational process. Finally, the data obtained throughout our investigative lead us therefore to say that the level of teachers` perceptions seem to be a clearly positive attitude to inclusion, which obviously, will be facilitated with the help of continuous training.
Arbitragem científica: yes
URI: http://hdl.handle.net/10198/6872
Appears in Collections:CE - Ciências da Educação - Administração Educacional

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Alzira Costa Mest ESE.pdf1,32 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 


  © Instituto Politécnico de Bragança - Biblioteca Digital - Feedback - Statistics
  Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE