Biblioteca Digital do Instituto Politécnico de Bragança   Instituto Politécnico de Bragança

Biblioteca Digital do IPB >
Escola Superior de Saúde >
Departamento de Ciências Sociais e Gerontologia >
CSG - Artigos em Proceedings Não Indexados ao ISI/Scopus >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10198/5442

Título: Comportamentos alimentares dos pais... um factor patogénico para os filhos?
Autor: Lucas, C.
Silvestre, Saraiva
Veiga-Branco, Augusta
Palavras-chave: Comportamentos alimentares parentais
Ingesta das crianças
Índice de massa corporal
Issue Date: 2008
Editora: Ministério da Saúde. Direcção-Geral da Saúde
Citação: Lucas, C.; Silvestre, Saraiva; Veiga-Branco , Augusta (2008) - Comportamentos alimentares dos pais... um factor patogénico para os filhos?. In I Congresso Nacional sobre Estilos de Vida Promotores de Saúde. Viana do Castelo
Resumo: Estudo transversal, observacional, retrospectivo e quantitativo, aos pais de 264 crianças - IRD: "TFEQ" - do Distrito de Bragança, com o Objectivo de avaliar a relação entre o IMC das crianças e o IMC e comportamentos alimentares dos pais. Verificou-se que os pais apresentam respectivamente 26,6% e 3,9% de pré-obesidade e obesidade, as crianças 22,3% e 14,8%. Existem diferenças significativas entre o género, IMC médio das mães (23,7Kg/m2), e dos pais (24,8Kg/m2). O Factor "Quando estou triste é frequente exceder-me e comer" é o que tem uma associação mais forte com o IMC dos pais. Os comportamentos alimentares são de restrição, tendo um subtipo ligado à auto-percepção, KMO=0.62. A Amostra (x=2,11)habitualmente come o que quer e quando quer; e desta, a maioria (n=188, relativamente à sua conduta alimentar, não vai de encontro ao apresentado anteriormente. Não existe tendência nos grupos de IMC dos pais e dos filhos (=0,218). Concluiu-se que, contrariamente a outros autores (Birch LL; Fisher JO, 2000; Lee Y et al, 2001; Lluch A et al. 2000; Whitaker RC, 2000), não se verificou relação entre o IMC dos pais e dos filhos, mas verificou-se que um comportamento desinibitório dos pais, tem uma forte associação com o IMC dos filhos.
Descrição: Apresentação em Poster
Arbitragem científica: yes
URI: http://hdl.handle.net/10198/5442
Appears in Collections:CSG - Artigos em Proceedings Não Indexados ao ISI/Scopus

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Comunicação - Ktos Alimentares Pais e filhos JoPr Educação p a Saúde - 2008 prof.pdf39,63 kBAdobe PDFView/Open

Please give feedback about this item
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 


© Instituto Politécnico de Bragança - Biblioteca Digital - Feedback - Statistics
Promotores do RCAAP   Financiadores do RCAAP

Fundação para a Ciência e a Tecnologia Universidade do Minho   Governo Português Ministério da Educação e Ciência PO Sociedade do Conhecimento (POSC) Portal oficial da União Europeia