Biblioteca Digital do Instituto Politécnico de Bragança   Instituto Politécnico de Bragança

Biblioteca Digital do IPB >
Escola Superior de Educação >
Departamento de Português >
DPO - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10198/4209

Título: A mundividência infantil na obra de Guerra Junqueiro
Autor: Guerreiro, Carla Alexandra do Espírito Santo
Issue Date: 2002
Editora: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
Citação: Guerreiro, Carla Alexandra do Espírito Santo (2002) - A mundividência infantil na obra de Guerra Junqueiro. Vila Real: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
Resumo: O nosso trabalho de dissertação é um merecido tributo de homenagem a alguém que, pelo valor da sua obra literária, merece ser considerado um dos mais proeminentes escritores portugueses da segunda metade do século XIX, princípios do XX: Abílio Manuel Guerra Junqueiro. Espírito livre e indómito, este homem, transmontano, por nascimento, e cidadão do mundo, por natureza, ergueu sempre a sua voz para falar por e defender aqueles que não a tinham, os simples: crianças e povo. Paladino da defesa da instrução e da educação na infância como panaceia dos males estruturais de que Portugal padecia, ele fez da sua obra, uma arma de arremesso que usou, habilmente, contra a ignorância, a opressão e o abandono dos mais pequeninos e é precisamente esta faceta da sua criação literária que o nosso trabalho pretende evidenciar. Visamos, com o presente estudo, atingir quatro objectivos fundamentais: primeiro, reflectir sobre aspectos que consideramos essenciais a ter em conta na apreciação de qualquer obra literária, tais como: a institucionalização da Literatura, o texto literário como cosmovisão, o Cânone literário e a questão da Ideologia; segundo, apresentar os aspectos mais relevantes da bio-bibliografia de Junqueiro; terceiro, estudar as principais temáticas presentes na sua produção escrita, particularmente a relativa à Criança e, por último, queremos mostrar como um determinado período histórico português, o Estado Novo, fez o aproveitamento da obra junqueiriana. As conclusões possíveis a que chegarmos serão apresentadas num último capítulo do presente trabalho.
URI: http://hdl.handle.net/10198/4209
Appears in Collections:DPO - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
tese de mestrado - Versão definitiva.pdf1,12 MBAdobe PDFView/Open

Please give feedback about this item
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 


© Instituto Politécnico de Bragança - Biblioteca Digital - Feedback - Statistics
Promotores do RCAAP   Financiadores do RCAAP

Fundação para a Ciência e a Tecnologia Universidade do Minho   Governo Português Ministério da Educação e Ciência PO Sociedade do Conhecimento (POSC) Portal oficial da União Europeia