Biblioteca Digital do Instituto Politécnico de Bragança   Instituto Politécnico de Bragança

Biblioteca Digital do IPB >
Escola Superior Agrária >
Biologia e Biotecnologia >
BB - Resumos em Proceedings Não Indexados ao ISI >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10198/3604

Título: Ecologia da vegetação em lameiros com freixos (Fraxinus angustifolia Vahl) no Nordeste de Portugal
Autor: Pereira, Ermelinda
Aguiar, Carlos
Madeira, Manuel
Monteiro, Maria do Loreto
Palavras-chave: Lameiros
Freixo
Issue Date: 2004
Citação: Pereira, Ermelinda; Aguiar, Carlos; Madeira, Manuel; Monteiro, Maria do Loreto (2004) - Ecologia da vegetação em lameiros com freixos (Fraxinus angustifolia Vahl) no Nordeste de Portugal. In I Congresso Ibérico da Ciência do Solo. Bragança
Resumo: Este trabalho teve por objectivo explorar o efeito da árvore na estrutura e diversidade florística dos lameiros com freixos dispersos do NE de Portugal. Para tal foi amostrada a flora e diversas variáveis ambientais do solo, em três lameiros, ao longo de um gradiente de distância ao tronco. Os dados obtidos foram explorados com o programa CANOCO 4.0 (ter Braak & Smilauer, 1998). Realizaram-se três Análises de Redundância (RDA) com as matrizes “amostras x espécies” e “amostras x variáveis ambientais explanatórias” para: • reduzir os efeitos de multicolinearidade das variáveis ambientais; • exaltar o efeito da distância à árvore (covariável secura edáfica); • determinar a significância estatística dos eixos (permutações de Monte Carlo); • inferir o valor indicativo de cada espécie para as diversas variáveis ambientais. Numa outra RDA com as matrizes “amostras x variáveis dependentes” e “amostras x variáveis ambientais explanatórias” explorou-se o efeito da árvore na diversidade à escala local (alfa) e na composição florística por grupos funcionais (características de classes fitossociológicas). Conclusões mais relevantes: • a explanação dos dados de distribuição das espécies pelas variáveis ambientais seleccionadas foi estatisticamente significativa (p<0,05); • um elevado número de espécies de plantas respondeu à proximidade da árvore; • após a extracção do efeito da secura edáfica o primeiro eixo canónico da RDA esteve inversamente relacionado com a distância à árvore e directamente relacionado N, P e K, enquanto o segundo eixo esteve relacionado com pH e Al; • o número de espécies, os índices de Margalef e Shannon-Wiener e as espécies de maior palatibilidade (características de Molinio-Arrhenatheretea e Stipo-Agrostietea castellanae), aumentaram com a distância à árvore. Os resultados evidenciaram a existência de um trade-off entre a qualidade dos lameiros e as vantagens da presença da árvore. A gestão tradicional dos prados perenes (lameiros), que incluí a esgalha das copas e a manutenção de baixas densidade arbóreas, é uma opção racional. Por um lado evita-se a degradação do valor alimentar dos prados pelo efeito da sombra (através da penetração de espécies escionitrófilas em detrimento de espécies de maior valor alimentar), por outro lado usufrui-se das vantagens da presença da árvore (forragem estival, ilha de fertilidade, etc.).
Arbitragem científica: yes
URI: http://hdl.handle.net/10198/3604
Appears in Collections:BB - Resumos em Proceedings Não Indexados ao ISI

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Ecologia lameirosCongresso Ibérico2004-1.pdf643,24 kBAdobe PDFView/Open

Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 


  © Instituto Politécnico de Bragança - Biblioteca Digital - Feedback - Statistics
  Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE