Biblioteca Digital do Instituto Politécnico de Bragança   Instituto Politécnico de Bragança

Biblioteca Digital do IPB >
Escola Superior Agrária >
Biologia e Biotecnologia >
BB - Resumos em Proceedings Não Indexados ao ISI/Scopus >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10198/3604

Título: Ecologia da vegetação em lameiros com freixos (Fraxinus angustifolia Vahl) no Nordeste de Portugal
Autor: Pereira, Ermelinda
Aguiar, Carlos
Madeira, Manuel
Monteiro, Maria do Loreto
Palavras-chave: Lameiros
Freixo
Issue Date: 2004
Citação: Pereira, Ermelinda; Aguiar, Carlos; Madeira, Manuel; Monteiro, Maria do Loreto (2004) - Ecologia da vegetação em lameiros com freixos (Fraxinus angustifolia Vahl) no Nordeste de Portugal. In I Congresso Ibérico da Ciência do Solo. Bragança
Resumo: Este trabalho teve por objectivo explorar o efeito da árvore na estrutura e diversidade florística dos lameiros com freixos dispersos do NE de Portugal. Para tal foi amostrada a flora e diversas variáveis ambientais do solo, em três lameiros, ao longo de um gradiente de distância ao tronco. Os dados obtidos foram explorados com o programa CANOCO 4.0 (ter Braak & Smilauer, 1998). Realizaram-se três Análises de Redundância (RDA) com as matrizes “amostras x espécies” e “amostras x variáveis ambientais explanatórias” para: • reduzir os efeitos de multicolinearidade das variáveis ambientais; • exaltar o efeito da distância à árvore (covariável secura edáfica); • determinar a significância estatística dos eixos (permutações de Monte Carlo); • inferir o valor indicativo de cada espécie para as diversas variáveis ambientais. Numa outra RDA com as matrizes “amostras x variáveis dependentes” e “amostras x variáveis ambientais explanatórias” explorou-se o efeito da árvore na diversidade à escala local (alfa) e na composição florística por grupos funcionais (características de classes fitossociológicas). Conclusões mais relevantes: • a explanação dos dados de distribuição das espécies pelas variáveis ambientais seleccionadas foi estatisticamente significativa (p<0,05); • um elevado número de espécies de plantas respondeu à proximidade da árvore; • após a extracção do efeito da secura edáfica o primeiro eixo canónico da RDA esteve inversamente relacionado com a distância à árvore e directamente relacionado N, P e K, enquanto o segundo eixo esteve relacionado com pH e Al; • o número de espécies, os índices de Margalef e Shannon-Wiener e as espécies de maior palatibilidade (características de Molinio-Arrhenatheretea e Stipo-Agrostietea castellanae), aumentaram com a distância à árvore. Os resultados evidenciaram a existência de um trade-off entre a qualidade dos lameiros e as vantagens da presença da árvore. A gestão tradicional dos prados perenes (lameiros), que incluí a esgalha das copas e a manutenção de baixas densidade arbóreas, é uma opção racional. Por um lado evita-se a degradação do valor alimentar dos prados pelo efeito da sombra (através da penetração de espécies escionitrófilas em detrimento de espécies de maior valor alimentar), por outro lado usufrui-se das vantagens da presença da árvore (forragem estival, ilha de fertilidade, etc.).
Arbitragem científica: yes
URI: http://hdl.handle.net/10198/3604
Appears in Collections:BB - Resumos em Proceedings Não Indexados ao ISI/Scopus

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Ecologia lameirosCongresso Ibérico2004-1.pdf643,24 kBAdobe PDFView/Open

Please give feedback about this item
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 


© Instituto Politécnico de Bragança - Biblioteca Digital - Feedback - Statistics
Promotores do RCAAP   Financiadores do RCAAP

Fundação para a Ciência e a Tecnologia Universidade do Minho   Governo Português Ministério da Educação e Ciência PO Sociedade do Conhecimento (POSC) Portal oficial da União Europeia