Biblioteca Digital do Instituto Politécnico de Bragança   Instituto Politécnico de Bragança

Biblioteca Digital do IPB >
Escola Superior de Saúde >
Departamento de Ciências da Vida e Saúde Pública >
CVSP - Capítulos em Livros >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10198/3344

Título: Vigilância epidemiológica em doenças crónicas não transmissíveis
Autor: Correia, Teresa
Palavras-chave: Vigilância epidemiológica
Doenças crónicas não transmissíveis
Indicadores
Fontes de informação
Issue Date: 2010
Editora: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, Centro de Investigação em Desporto, Saúde e Desenvolvimento Humano
Citação: Correia, T.I.G. (2010) - Vigilância epidemiológica em doenças crónicas não transmissíveis. In Lopes, Vitor P. [et al.] Promoção da saúde e actividade física: contributos para o desenvolvimento humano. Vila Real: UTAD, Centro de Investigação em Desporto, Saúde e Desenvolvimento Humano. p. 183-193. ISBN 978-972-669-969-9
Resumo: O conceito de vigilância epidemiológica para as doenças crónicas não transmissíveis ainda não é consensual, não estando para já completamente estabelecidos os procedimentos relacionados com esta actividade de Saúde Pública. Entre os principais factores de risco para o desenvolvimento destas patologias estão: o sedentarismo, a obesidade, a hipertensão, colesterol elevado, o tabagismo e o consumo alimentar. É necessária uma vigilância epidemiológica efectiva destas doenças. O objectivo desta comunicação é reflectir sobre o processo, ainda recente, de desenvolvimento da vigilância das doenças não transmissíveis. Metodologia: Procedeu-se a uma revisão da literatura existente nacional e internacional. Procurou-se prioritariamente as bases de dados relativamente às doenças crónicas de declaração não obrigatória em geral e mais em particular à possível existência de bases específicas da vigilância das doenças crónicas não transmissíveis. Resultados: Os resultados permitem reflectir sobre dados nacionais e internacionais relativamente às metas estabelecidas pelo Plano Nacional de Saúde de 2004-2010. Alguns dos resultados aproximaram-se das metas, no entanto ainda há muito para fazer nomeadamente em relação à obesidade e aos estilos de vida dos mais jovens. Conclusões: São necessárias estratégias combinadas que permitam a implementação de um sistema de vigilância epidemiológica destas doenças, mais abrangente e concentrado especificamente nesse objectivo.
Arbitragem científica: yes
URI: http://hdl.handle.net/10198/3344
Appears in Collections:CVSP - Capítulos em Livros

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Vigilância.pdf948,8 kBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 


  © Instituto Politécnico de Bragança - Biblioteca Digital - Feedback - Statistics
  Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE