Biblioteca Digital do Instituto Politécnico de Bragança   Instituto Politécnico de Bragança

Biblioteca Digital do IPB >
Escola Superior Agrária >
Biologia e Biotecnologia >
BB - Artigos em Revistas Não Indexados ao ISI/Scopus >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10198/2711

Título: Stress oxidativo, antioxidantes e fitoquímicos
Autor: Ferreira, Isabel C.F.R.
Abreu, Rui M.V.
Palavras-chave: Stress oxidativo
Antioxidantes
Fitoquímicos
Oxidative stress
Antioxidants
Phytochemicals
Issue Date: 2007
Editora: Sociedade Portuguesa de Bioanalistas da Saúde
Citação: Ferreira, ICFR; Abreu, Rui M.V. (2007) - Stress oxidativo, antioxidantes e fitoquímicos. Bioanálise. ISSN 1646-1266. IV:2. p. 32-39
Relatório da Série N.º: 2;
Resumo: A manutenção do equilíbrio entre a produção de radicais livres e as defesas antioxidantes (enzimas e moléculas não enzimáticas) é uma condição essencial para o funcionamento normal do organismo. Quando este equilíbrio tende para a produção de radicais livres dizemos que o organismo está em stress oxidativo, e nestas situações os radicais livres em excesso podem oxidar e danificar lípidos celulares, proteínas e DNA, inibindo a sua função normal e conduzindo a várias doenças. Em organismos aeróbios, os radicais livres são constantemente produzidos durante o funcionamento normal da célula, na maior parte sob a forma de espécies reactivas de oxigénio (ROS) e de nitrogénio (RNS). A exposição dos organismos a radicais livres, conduziu ao desenvolvimento de mecanismos de defesa endógenos para os eliminar. Estas defesas são a resposta da evolução à inevitabilidade da existência de ROS em condições aeróbias. Alguns produtos naturais com actividade antioxidante, podem auxiliar o sistema protector endógeno. Nesta perspectiva, os antioxidantes presentes na dieta assumem grande importância como possíveis agentes protectores, reduzindo os danos oxidativos. São aqui descritos alguns desses agentes antioxidantes, os fitoquímicos, compostos bioactivos provenientes de diferentes partes de plantas (sementes, cereais, vegetais, frutos, folhas, raízes, especiarias, ervas) envolvidos na redução do risco de doença, como o cancro. Foram já identificados mais de 5000 fitoquímicos, no entanto, grande parte destes compostos é ainda desconhecida, sendo a sua identificação essencial para a compreensão da sua contribuição na saúde, ao serem incluídos na dieta. Maintenance of equilibrium between free radical production and antioxidant defences (enzymatic and non enzymatic) is an essential condition for normal organism functioning. When this equilibrium has a tendency to the production of free radical we say that the organism is in oxidative stress. In this situation, excess free radicals may damage cellular lipids, proteins and DNA, inhibiting his normal function and leading to various diseases. In aerobic organisms, the free radicals are constantly being produced during the normal cellular functioning, mainly in the form of Reactive Oxygen Species (ROS) and Reactive Nitrogen Species (RNS). Exposition of the organism to free radicals has led to the development of endogenous defence mechanisms to eliminate them. These defences were the response of evolution to the inevitability of ROS production in aerobic conditions. Natural products with antioxidant activity may help the endogenous defence system. In this perspective the antioxidant present on the diet assume a major importance as possible protector agents reducing oxidative damage. Phytochemicals with antioxidant activity, obtained from different plant parts (seeds, cereals, vegetables, fruits, leaves, roots, spices, herbs), and involved in disease risk reduction are review. More than 5000 phytochemicals were already discovered, but most of these compounds remain yet to be discovered. Their identification and the study of their contribution to health is essential.
URI: http://hdl.handle.net/10198/2711
ISSN: 1646-1266
Appears in Collections:BB - Artigos em Revistas Não Indexados ao ISI/Scopus

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Publicação_Nacional_Sress oxidativo.pdf1,05 MBAdobe PDFView/Open

Please give feedback about this item
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 


© Instituto Politécnico de Bragança - Biblioteca Digital - Feedback - Statistics
Promotores do RCAAP   Financiadores do RCAAP

Fundação para a Ciência e a Tecnologia Universidade do Minho   Governo Português Ministério da Educação e Ciência PO Sociedade do Conhecimento (POSC) Portal oficial da União Europeia