Biblioteca Digital do Instituto Politécnico de Bragança   Instituto Politécnico de Bragança

Biblioteca Digital do IPB >
Escola Superior de Tecnologia e Gestão >
Economia e Gestão >
DEG - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10198/1570

Título: Determinantes da estrutura de capitais das empresas Cotadas Portuguesas: evidência empírica usando modelos de dados em painel
Autor: Rogão, Márcia
Palavras-chave: Determinantes da estrutura de capitais
Paineis dinâmicos
Teorias do Trade-off
Determinants of capital structure
Trade-off theory
Panel data
Issue Date: 2006
Editora: Universidade da Beira Interior
Citação: Rogão, Márcia (2006) - Determinantes da estrutura de capitais das empresas Cotadas Portuguesas: evidência empírica usando modelos de dados em painel. Covilhã: Universidade da Beira Interior. Dissertação de Mestrado em Ciências Económicas
Resumo: O artigo de Modigliani e Miller (1958) referente à irrelevância da estrutura de capitais sobre o valor da empresa originou o surgimento de diversos modelos teóricos e empíricos, nomeadamente a teoria do Trade-off, da Pecking Order e do Market Timing. Assim, o presente estudo tem como objectivo identificar as teorias predominantes nas decisões da estrutura de capitais das empresas cotadas portuguesas, utilizando como metodologia de investigação os modelos estáticos de painel e os estimadores dinâmicos, recorrendo a uma amostra de 41 empresas não financeiras, durante um período de análise entre 1991 e 2004. Na análise dos factores determinantes da estrutura de capitais utilizamos como variáveis a tangibilidade dos activos, a dimensão, a rendibilidade e o rácio Market-to-Book das empresas cotadas portuguesas. Além disso, introduziu-se a estimação do modelo de ajustamento parcial para analisar o comportamento do endividamento real das empresas face ao nível seu óptimo. Os resultados obtidos indicam que a estrutura de capitais das empresas cotadas portuguesas reflecte o comportamento previsto pela teoria do Trade-off e pela teoria da Pecking Order, uma vez que, por um lado reflectem a existência de uma relação significativa entre o endividamento das empresas e as variáveis tangibilidade dos activos, dimensão e rendibilidade. E por outro lado, os resultados obtidos também evidenciam a existência de um comportamento de ajustamento do nível de endividamento real das empresas face ao seu nível óptimo. Quanto à teoria do Market Timing os resultados obtidos não foram significativos, pelo que não podemos concluir pela sua predominância sobre a estrutura de capitais das empresas cotadas portuguesas. Porém, considerando uma relação não linear entre o rácio Market-to-Book e o endividamento, as empresas com baixos e elevados níveis de oportunidades de crescimento apresentam uma relação positivamente significativa, enquanto que as empresas com níveis intermédios de oportunidades de crescimento apresentaram uma relação negativamente significativa. Modigliani and Miller’s article (1958) referring to the irrelevance of capital structure on the company’s value originated the emergence of diverse theoretical and empirical models: the theory of the Trade-off, the Pecking Order and the Market Timing. Thus, the present study has the objective of identifying the predominant theories behind the decisions of the capital structure of publicly traded Portuguese companies, using as methodology the static models of panel and the dynamic estimators, recurring to a sample of 41 non financial companies, during the period of analysis between 1991 and 2004. In the analysis of the determinative factors of capital structure we use as variable the tangibility of assets, the size, the profitability and the ratio Market-to-Book of publicly traded Portuguese companies. Moreover, it was introduced the estimation of the partial adjustment model to analyze the behaviour of current leverage of the companies toward target leverage. The results indicate that the capital structure of the quoted Portuguese companies reflected the behaviour foreseen by the theory of the Trade-off and the theory of the Pecking Order as, in one hand, they reflected the existence of a significant relation between companies’ leverage and the variable assets’ tangibility, size and profitability. On the other hand, the results also evidence the existence of adjustment behaviour on the level of current leverage of companies toward target leverage. In what concerns to the theory of the Market Timing, the obtained results were not significant, but we cannot conclude for its predominance on the capital structure of publicly traded Portuguese companies. However, considering a non linear relation between the ratio Market-to-Book and the leverage, companies with low and high growth opportunities present a positively significant relation, whereas companies with intermediate levels of growth opportunities present a negative significant relation.
URI: http://hdl.handle.net/10198/1570
Appears in Collections:DEG - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Determinantes estrutura capitais.pdf738,16 kBAdobe PDFView/Open

Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 


  © Instituto Politécnico de Bragança - Biblioteca Digital - Feedback - Statistics
  Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE