Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10198/14883
Título: Fragilidade no idoso internado num serviço de ortopedia
Autor: Bagueixa, Mónica
Pimentel, Maria Helena
Iglesias, Maria JG
Palavras-chave: Fragilidade
Idoso
Incapacidade
Data: 2017
Editora: Sociedade Portuguesa de Ortopedia e Traumatologia
Citação: Bagueixa, Mónica; Pimentel, Maria Helena; Iglesias, Maria JG (2017) - Fragilidade no idoso internado num serviço de ortopedia. Revista Portuguesa de Ortopedia e Traumatologia. ISSN 1646-2939. 25:3, p. 173-185
Resumo: Objetivos: Explanar a evolução concetual do conceito de fragilidade; determinar a prevalência e perfis da fragilidade nos doentes hospitalizados a partir dos 65 anos, aplicando alguns questionários disponíveis na literatura e elaborar uma escala de aplicação rápida para avaliar a fragilidade do idoso. Tipo de estudo: Estudo descritivo, correlacional e quantitativo. População: Utentes internados no Serviço Ortopedia na Unidade Hospitalar de Bragança da Unidade Local de Saúde do Nordeste. Métodos: Foi selecionada uma amostra de 355 idosos, a quem foi pedido colaboração para o preenchimento de um questionário elaborado pelos autores para avaliar a fragilidade no idoso internado. Resultados: Os idosos mais independentes nas atividades básicas da vida diária (ABVD’s) são mais independentes nas atividades instrumentais da vida diária (AIVD’s) e apresentam menor risco cognitivo. Os idosos mais independentes nas ABVD’s apresentam menor risco de queda, menor depressão e menor risco social. Conclusão: Um idoso é sinalizado com fragilidade se: - Pontuação obtida no mini mental state examination (MMSE) inferior ou igual a 22 pontos (risco cognitivo). Definimos este ponto de corte pois é o que está associado ao nível de escolaridade mais baixo para a população portuguesa. - Pontuação global no índice de Barthel inferior a 90 (alguma dependência nas ABVD’s) e risco social intermédio ou elevado (pontuação superior a 13 pontos na escala de Gijón). - Pontuação global no índice de Barthel inferior a 90 (alguma dependência nas ABVD’s) e alto risco de quedas (pontuação superior a 51 pontos na escala de Morse).
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10198/14883
ISSN: 1646-2939
Aparece nas colecções:ESSa - Artigos em Revistas Indexados ao ISI/Scopus

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Fragilidade_no_idoso_internado_num_Serviço_de_Ortopedia revista mónica 2017.pdf481,17 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.