Biblioteca Digital do Instituto Politécnico de Bragança   Instituto Politécnico de Bragança

Biblioteca Digital do IPB >
Repositorium de Cultura Regional >
Documentação Diversa >
Relatórios de Licenciatura >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10198/997

Título: Produção e caracterização de um antissoro policlonal para detecção de ds-RNA
Autor: Rodrigues, Paula
Palavras-chave: dsRNA
Antissoro policlonal
Issue Date: 1998
Editora: UTAD
Citação: Rodrigues, Paula - Produção e caracterização de um antissoro policlonal para detecção de ds-RNA. Vila Real: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, 1998. Licenciatura em Engenharia Agrícola
Resumo: Os fitopatologistas têm feito um uso cada vez maior dos métodos serológicos na detecção e caracterização de fitopatogénios, por se tratar de técnicas rápidas, práticas e de elevada sensibilidade, que se podem adaptar às necessidades. De entre estes testes, as várias adaptações do ELISA (enzyme-linked immunosorbent assay) são, actualmente, os métodos mais divulgados, uma vez que permitem testar um elevado número de amostras num curto espaço de tempo e a preço moderado. A maioria dos vírus fitopatogénicos tem genoma de ss-RNA (ácido ribonucleico monocatenário) que, durante o processo replicativo, no interior das células do hospedeiro, dá origem a uma forma replicativa de ds-RNA (ácido ribonucleico bicatenário). Considerando que as plantas não infectadas não contêm quantidades detectáveis de ds-RNA, a sua presença em extractos vegetais é uma forte indicação de infecção viral. O presente trabalho desenvolveu-se no sentido de produzir um antissoro policlonal para um polinucleótido sintético bicatenário [poli(I):poli(C)] para detecção de ds-RNA. O antissoro foi caracterizado através de várias técnicas serológicas (ELISA-indirecto em placa de poliestireno, ELISA-indirecto em membrana de nitrocelulose e teste de difusão dupla em agar). O teste ELISA-indirecto em placa revelou ser mais sensível e prático do que o respectivo teste em membrana de nitrocelulose, tanto na detecção de poli(I):poli(C) como de ds-RNA purificado. Ambos se mostraram, no entanto, incapazes de detectar ds-RNA a partir de extractos aquosos de videira, o que dificulta o processo de detecção, uma vez que a extracção de ds-RNA de material vegetal é morosa e de baixo rendimento.
URI: http://hdl.handle.net/10198/997
Appears in Collections:Relatórios de Licenciatura

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Relat&Teses.pdf653,07 kBAdobe PDFView/Open

Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 


  © Instituto Politécnico de Bragança - Biblioteca Digital - Feedback - Statistics
  Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE