Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10198/8750
Título: Aplicação de ferramentas de quimioinformática no desenvolvimento de novos fármacos: tienopiridinas como inibidores de VEGFR-2
Autor: Abreu, Rui M.V.
Froufe, Hugo J.C.
Queiroz, Maria João R.P.
Ferreira, Isabel C.F.R.
Data: 2013
Editora: Instituto Politécnico de Bragança, Escola Superior Agrária
Citação: Abreu, Rui M.V.; Froufe, Hugo J.C.; Queiroz, Maria João R.P.; Ferreira, Isabel C.F.R. (2013) - Aplicação de ferramentas de quimioinformática no desenvolvimento de novos fármacos: tienopiridinas como inibidores de VEGFR-2. In V Workshop em Bioinformática. Bragança
Resumo: A quimioinformática é uma área científica que utiliza métodos computacionais para resolver problemas de Química normalmente associados à representação virtual da estrutura de compostos químicos, quer sejam sintéticos ou naturais. t: provavelmente a disciplina de computação aplicada com maior historial, embora o termo quimioinformática só tenha surgido há menos de uma década. As ferramentas computacionais utilizadas na quimioinformática têm tido um enorme impacto no desenvolvimento de novos fármacos bem como na área ambiental para a estimativa de toxicidade de produtos químicos existentes no mercado (1 ). As temáticas mais importantes desta área incluem a representação de estruturas de compostos químicos e o uso dessas representações na pesquisa por similaridade em bases de dados de estruturas ou de reações químicas. Também a criação, manutenção, acesso e exploração de grandes bases de dados envolvendo estruturas moleculares é um tópico muito importante na quimioinformática. Outras aplicações incluem estudos de modelação molecular, com a utilização de técnicas computacionais avançadas de "molecular docking" e "molecular dynamics" para o estudo de compostos químicos como potenciais inibidores de proteínas associadas a diferentes patologias (2); bem como estudos QSAR (Quantitative Structure-Activity Relashionships) e aplicação de técnicas de data mining para a extração de informação importante sobre uma determinada bioatividade de um composto químico. Neste sessão vamos utilizar ferramentas computacionais para analisar e manipular estruturas de compostos químicos bem como fazer um estudo da interação de um composto com uma determinada proteína alvo. Vamos demostrar como estas ferramentas podem ser utilizadas para o desenvolvimento de novos fármacos antitumorais. Como exemplos vamos utilizar compostos derivados de tienopiridinas, que estão a ser desenvolvidos no âmbito de um projeto de investigação em curso e que tem como objetivo o desenvolvimento de novos inibidores da proteína tirosina cinase VEGFR-2 (Vascular Endothelial Growth Factor Receptor).
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10198/8750
Aparece nas colecções:CIMO - Resumos em Proceedings Não Indexados ao WoS/Scopus

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Oral Nac. 33.pdf637,46 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.