Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10198/8467
Título: Gestão do stress em enfermeiros perioperatórios
Autor: Gonçalves, Ana Rita Veloso
Orientador: Galvão, Ana Maria
Preto, Leonel
Palavras-chave: Bloco operatório
Stress
Burnout
Coping
Data de Defesa: 2013
Editora: Instituto Politécnico de Bragança, Escola Superior de Tecnologia e Gestão
Citação: Gonçalves, Ana Rita Veloso (2013) - Gestão do stress em enfermeiros perioperatórios. Bragança: Escola Superior de Tecnologia e Gestão. Dissertação de Mestrado em Gestão das Organizações
Resumo: A redução do stress relacionado com o trabalho constitui um imperativo não só moral como jurídico, sendo igualmente muito importante para as empresas, pois em 2002 o custo económico do stress relacionado com o trabalho na UE-15 foi estimado em 20 000 milhões de euros. O presente estudo aborda a temática do stress em Enfermeiros Perioperatórios, procurando saber qual o nível de stress nos enfermeiros perioperatórios da Região de Trás-os-Montes e Alto Douro. Trata-se de um estudo não experimental, de carácter quantitativo, correlacional, num plano transversal. A amostra foi constituída por 81 participantes, 27 enfermeiros perioperatórios da Unidade Local de Saúde do Nordeste (ULSNE) e 54 do Centro Hospitalar de Trás-os-Montes e Alto Douro. Foram aplicados três instrumentos de avaliação: Maslach Burnout Inventory (MBI) de Maslach e Jackson (1986), Nurse Stress Index (NSI) de Harris de 1989 e Inventário de Resolução de Problemas (IRP) de Vaz Serra (1987). Os principais resultados obtidos foram que, segundo o NSI, a amostra exibe um nível considerável de stress, apresentando valores equivalentes a stressantes nas sub escalas Carga de Trabalho 1 (Quantitativa), Clima Organizacional e Lidar com doentes e família. Ao nível do Burnout, pela escala MBI, constatou-se que a amostra inquirida possui um nível baixo de Burnout e quanto ao coping, através do IRP concluímos que a amostra em estudo possui razoáveis mecanismos de coping. La reducción del estrés relacionado con el trabajo es un imperativo no solo moral sino jurídico, siendo que es también muy importante para las empresas, puesto que en 2002, el costo económico del estrés relacionado con el trabajo en UE-15 fue estimado en 20 000 millones de euros. Esta exposición trata el tema del estrés en Enfermeros de Quirófano, en la región de Trásos- Montes e Alto Douro. Es un estudio no experimental, cuantitativo, de carácter correlacionado, en un plan transversal. La muestra fue constituida por 81 participantes, 27 enfermeros de quirófano de la Unidad Local de Salud del Nordeste (ULSNE) y 54 del Centro Hospitalario de Trásos- Montes e Alto Douro. Fueron aplicados 3 instrumentos de evaluación: Maslach Burnout Inventory (MBI) de Maslach y Jackson (1986), Nurse Stress Index (NSI) de Harris de 1989 y Inventario de Resolución de Problemas (IRP) de Vaz Serra (1987). Las principales conclusiones fueron que, según el NSI, la muestra exhibe un nivel considerable de estrés, presentando valores equivalentes a estresantes en las sub-escalas I – Volumen de Trabajo 1 (cantitativa), III – Clima Organizacional y IV – Relación con enfermos y familia. Al nivel del Burnout, por la escala MBI, se ha constatado que la muestra inquirida posee un nivel bajo de Burnout y con respecto al coping, a través del IRP hemos concluido que la muestra examinada posee razonables mecanismos de coping. To reduce work-related stress is peremptory, not only for moral reasons, but also for juridical ones, and this issue is also very important to the companies, since in 2002, the economic cost of workrelated stress in UE-15 was estimated in 20 000 millions of Euros. This study deals with stress of surgical nurse staff, in Trás-os-Montes and Alto Douro region. It is a non-experimental, quantitative, correlating study, in a transversal plan. The sample was constituted by 81 participants, 27 male and female surgical nurses from North-east health unit and 54 from Trás-os-Montes and Alto Douro hospital. There were used 3 tools for evaluation: Maslach Burnout Inventory (MBI) from Maslach and Jackson (1986), Nurse Stress Index (NSI) from Harris from 1989 and Problem Solving Inventory (IRP) from Vaz Serra (1987). The most important conclusions were that, according to NSI, the sample shows a high level of stress, with values equal to stressed in subscales I – Work Charge 1 (quantitative), III – Organizacional Environment IV – Relationship with patients and family. At Burnout level, through MBI scale, it became evident that the surveyed sample shows a low level of Burnout and in what concerns coping, through IRP we have come to the conclusion that the surveyed sample has reasonable coping mechanisms.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10198/8467
Aparece nas colecções:GO - Gestão das Organizações

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Stress nos Enfermeiros Perioperatórios - Ana Rita Veloso Gonçalves.pdf1,47 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.