Biblioteca Digital do Instituto Politécnico de Bragança   Instituto Politécnico de Bragança

Biblioteca Digital do IPB >
Escola Superior de Educação >
Teses de Mestrado >
ENS - Ensino do 1º e 2º Ciclo do Ensino Básico >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10198/6839

Título: A construção do projeto de intervenção de um agrupamento de escolas do Nordeste Transmontano
Autor: Pires, Maria Teresa Martins Rodrigues Sá
Orientador: Ferreira, Henrique da Costa
Gonçalves, Iria dos Anjos
Palavras-chave: Projeto
Projeto de intervenção
Autonomia
Mudança
Issue Date: 2011
Editora: Instituto Politécnico de Bragança, Escola Superior de Educação
Citação: Pires, Maria Teresa Martins Rodrigues Sá Pires (2011) - A construção do projeto de intervenção de um agrupamento de escolas do Nordeste Transmontano. Bragança: Escola Superior de Educação. Dissertação de Mestrado em Ensino do 1º e do 2º Ciclo do Ensino Básico
Resumo: O Decreto-Lei n.º 75/2008, de 22 de Abril, estipula que qualquer candidato a diretor de agrupamento de escolas ou escola não agrupada tem que conceber e apresentar no ato da sua candidatura um Projeto de Intervenção. Com o presente trabalho, baseado numa metodologia de trabalho de projeto, pretendemos identificar e construir os princípios que devem orientar a construção do Projeto de Intervenção do candidato a Diretor de um agrupamento de escolas/escola não agrupada. O Projeto de Intervenção foi entendido como um conjunto de ações programáticas que têm como objetivo responder às necessidades educativas do agrupamento e que visam promover a qualidade e adequação do sistema educativo local aos desafios de uma sociedade cada vez mais exigente. Tal como se perseguiu mostrar a relevância desse conjunto de ações face aos problemas diagnosticados, explicitando também as estratégias de intervenção propostas e os recursos que deverão ser mobilizados. Concebeu-se a escola como elemento essencial nos processos de perceção e assimilação de uma herança cultural mas também de intervenção no sentido de contribuir para a transformação social, numa constante reflexão sobre o seu papel, procurando a construção de novas visões sobre o modo de estar e de atuar nos diferentes espaços sociais onde interage. O novo modelo de gestão preconizado pelo Decreto-Lei nº 75/2008, de 22 de Abril, atribui ao Diretor um conjunto diversificado de funções, para as quais, antes de mais, necessita de ser um educador, necessita de ser a alma mater. Tal pressuposto implica ser conhecedor do meio sobre o qual recai a sua ação, os alunos, docentes e não docentes, pais e demais parceiros. Também aqui o Projeto de Intervenção espelha esta forma de antecipar o futuro, remetendo o Diretor para elemento pró-ativo de todo o processo, garante da realização da “visão” como estratégia de cumprimento da “missão” organizacional escolar. O Projecto de Intervenção foi submetido a avaliação na sua fase inicial. A sua versão final engloba as sugestões oferecidas por esta avaliação. Como conclusão final, a autora sublinha a importância da participação e da discussão positiva na elaboração do projecto de intervenção como “visão” e “desejo” de resultados a alcançar. Esta participação é convocada através de entrevistas a personalidades relevantes no contexto da organização escolar. The Portuguese Decree-Law nr 75/2008, of April the 22nd, states that any candidate to headmaster of a group of schools or a single school must develop and deliver an Intervention Project the moment of his application to the post. With the present study, based on a project work methology, we attempt to identify and build the principles that should guide the building of the Intervention Projet of the candidate to headmaster of a group f schools/ single school. The Intervention Project was understood as a set of programmed actions which have as main object to answer the educational needs of a group of schools and which aim to improve the quality of the local educational system to the challenges of a more and more demanding society. It also should show the relevance between this set of actions and the diagnosed problems, also explaining the proposed strategies of intervention and the resources that should be used. The school of today shows itself as an essential part in the processes of perception and assimilation of a cultural heritage but also of intervention to a positive contribution to social transformation. It should be ready to reflect about its role, looking for the building of new insights of being and performing in the different social spaces where it interacts. According to the new management model presented by the Decree-Law nr 75/2008, of April the 22nd, which gives the head master a series of functions, he needs to be an educator above all; he needs to be the alma mater. This implies to have the knowledge about the surrounding environment, students and teachers, staff in general, parents and other partners. The Intervention Project should also mirror here this way of proacting in a sense that the future headmaster could be a proacting element in the whole process, ensuring the achievement if “the vision” as a stategy of the accomplishment of the school organizational “mission”. The Intervention Project was submitted to evaluation in its initial stage. Its last version includes the suggestions offered by this evaluation. As a final conclusion, the author emphasizes the importance of the participation and of the positive arguing in the making of the intervention project as “vision” and “”wish” of results to achieve. This participation is called through the interviews to relevant characters in the context of the school organization.
Arbitragem científica: yes
URI: http://hdl.handle.net/10198/6839
Appears in Collections:ENS - Ensino do 1º e 2º Ciclo do Ensino Básico

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Projeto de Intervenção final dezembro.pdf3,17 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 


  © Instituto Politécnico de Bragança - Biblioteca Digital - Feedback - Statistics
  Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE