Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10198/6190
Título: Desenho do parque da cidade do Porto: uma leitura
Autor: Genésio, Luísa
Data: 2006
Editora: Câmara Municipal do Porto
Citação: Genésio, Luisa (2006) - Desenho do parque da cidade do Porto: uma leitura. In International Congress on Urbans and Metropolitan Parks. Porto. p. 192-197. ISBN 972-9174-74-4
Resumo: A intervenção artística na paisagem é profética, na medida em que, sendo do seu tempo, antecipa o futuro. Dar forma a um Parque é um problema de desenho. “Em todas as belas artes, o desenho é o essencial, é o que apraz pela sua forma que constitui o fundamento de toda a disposição para o gosto” (Kant). O mundo da experiência visual é infinito. O desenho pode dar expressão à intuição de fenómenos significativos. O desenho paisagístico parte da poética do local tentando captar formas significantes, estruturais, permanentes, ainda que haja uma essência invisível, incaptável e que porventura é fundamental na qualidade dos sítios. Esta dimensão oculta não deve perturbar-se na intervenção. O desenho paisagístico como acto poético, como condição de saber e conhecimento é a base do trabalho do Arquitecto Paisagista, certos de que sendo básico é superior. O desenho corresponde à vontade de usufruir do momento que passa, é algo que ali está inteiro e não se repete.
URI: http://hdl.handle.net/10198/6190
ISBN: 972-9174-74-4
Versão do Editor: http://www.cm-porto.pt/gen.pl?p=stories&op=view&fokey=cmp.stories/2434
Aparece nas colecções:CSE - Artigos em Proceedings Não Indexados ao ISI/Scopus

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Cong. Porto.pdf1,4 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.