Biblioteca Digital do Instituto Politécnico de Bragança   Instituto Politécnico de Bragança

Biblioteca Digital do IPB >
Escola Superior de Tecnologia e Gestão >
Informática e Comunicações >
IC - Artigos em Proceedings Não Indexados ao ISI >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10198/597

Título: Concepção, especificação e implementação de processadores de linguagens visuais
Autor: Pereira, Maria João
Rocha, Jorge
Henriques, Pedro
Palavras-chave: Linguagens visuais
Gramáticas de atributos
Issue Date: 1997
Editora: UNICAMP
Citação: Pereira, Maria João; Rocha, Jorge; Henriques, Pedro (1997) - Concepção, especificação e implementação de processadores de linguagens visuais. In II Simpósio Brasileiro de Linguagens de Programação. Campinas, Brasil.
Resumo: Com o estudo aqui relatado - realizado no âmbito do projecto SARA - pretendeu-se avaliar a adequabilidade dos métodos e técnicas usadas no desenvolvimento de compiladores tradicionais à construção de processadores para linguagens visuais. Defendemos a ideia pragmática de que o processador final pode ser criado pelo acréscimo de um editor gráfico, especializado para uma linguagem visual, no topo de um compilador textual, desenvolvido com base numa gramática de atributos. Para especificar o processador visual faz, ainda, parte da nossa abordagem recorrer a um formalismo modular - MASOVILA - desenvolvido pelo nosso grupo e que aqui iremos também apresentar. Mostraremos a viabilidade das ideias, aplicando-as a um caso prático - surgido no contexto do projecto LEPAForM - que tem como objectivo a criação e a especificação de uma linguagem visual para descrição de diagramas de estados temporizados, Timed State Charts (TSC), e a construção de um tradutor dessa mesma linguagem para axiomas em Real Time Logic (RTL). Esse ambiente permite concretizar o princípio da aplicação pragmática de métodos formais na descrição do comportamento de sistemas reactivos. Do ponto de vista do utilizador, a linguagem visual TSCvl substitui a linguagem textual TSC, permitindo manipular directamente os diagramas de tansição de estados temporizados. A linguagem visual foi formalmente definida, em termos sintácticos e semânticos, no formalismo MASOViLa; o compilador, baseado no princípio da tradução orientada pela semântica, foi produzido automaticamente pelo gerador Eli.
Arbitragem científica: Sim
URI: http://hdl.handle.net/10198/597
Appears in Collections:IC - Artigos em Proceedings Não Indexados ao ISI

Files in This Item:

File Description SizeFormat
sblp97.pdf265,34 kBAdobe PDFView/Open

Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 


  © Instituto Politécnico de Bragança - Biblioteca Digital - Feedback - Statistics
  Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE