Biblioteca Digital do Instituto Politécnico de Bragança   Instituto Politécnico de Bragança

Biblioteca Digital do IPB >
Escola Superior Agrária >
Teses de Mestrado >
QSA - Qualidade e Segurança Alimentar >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10198/4872

Título: Composição química e actividade antioxidante de folhas de diferentes castas de videira
Autor: Pires, Ana Patrícia Martins
Orientador: Pereira, J.A.
Ramalhosa, Elsa
Palavras-chave: Vitis vinifera L.
Folhas
Compostos fenólicos
Actividade antioxidante
Leaves
Phenolic compounds
Issue Date: 2010
Editora: Instituto Politécnica de Bragança, Escola Superior Agrária
Citação: Pires, Ana Patrícia Martins (2010) - Composição química e actividade antioxidante de folhas de diferentes castas de videira. Bragança: ESA. Dissertação de Mestrado em Qualidade e Segurança Alimentar
Resumo: Neste trabalho pretendeu-se caracterizar os compostos fenólicos e avaliar a actividade antioxidante de extractos aquosos obtidos de folhas de Vitis vinifera L., de diferentes castas (brancas e tintas) colhidas em Sendim, concelho Miranda do Douro, distrito de Bragança. Para tal, determinaram-se os fenóis individuais por HPLC-DAD, tendo sido a actividade antioxidante avaliada pelos métodos do efeito bloqueador de radicais livres de DPPH, do poder redutor e da actividade sequestrante para o radical hidroxilo. Da análise dos compostos fenólicos foi possível identificar seis compostos fenólicos, designadamente, o ácido trans-cafeoiltartárico, o ácido transcumaroiltartárico, a miricetina-3-O-glucósido, a quercetina-3-O-glucósido, quercetina- 3-O-galactósido e, ainda, o campferol-3-O-glucósido, tendo sido a quercetina-3-Oglucósido + quercetina-3-O-galactósido a mais abundante. Os extractos aquosos de folhas de videira mostraram possuir actividade antioxidante bloqueadora de radicais de DPPH e poder redutor, com valores de EC50 inferiores a 1 mg/mL. Em relação à actividade sequestrante para o radical hidroxilo, constatou-se que os extractos apresentaram efeito pró-oxidante e que são capazes de quelatar o ferro. Assim, os resultados obtidos sugerem que as folhas de V. vinifera L. poderão constituir uma interessante fonte de compostos antioxidantes, sobretudo fenóis, com utilidade a nível das indústrias alimentar e farmacêutica.In this work was intended to characterize the phenolic compounds and to evaluate the antioxidant activity of aqueous extracts obtained from leaves of Vitis vinifera L., from different varieties (white and colored) harvested in Sendim, municipality of Miranda do Douro, Bragança district. Owing to this, we determined the individual phenols by HPLC-DAD, being the antioxidant activity evaluated through the methods of blocking effect on the free radicals of DPPH, reducing power and scavenging activity for hydroxyl radical. From the analysis of the phenolic compounds were identified six phenolic compounds, namely, trans acid-cafeoiltartaric, trans-cumaroiltartaric acid, myricetin- 3-O-glucoside, quercetin-3-O-glucoside, quercetin-3-O-galactoside and also the kaempferol-3-O-glucoside, being quercetin-3-O-glucoside + quercetin-3-O-galactoside the most abundant. The aqueous extracts from grape leaves possessed antioxidant activity on the DPPH radical-blocking and reducing power, with EC50 values below 1 mg / mL. In relation to the activity for the hydroxyl radical scavenger, it was found that extracts have pro-oxidant effect and are able to chelate iron. So, the results suggest that the leaves of V. vinifera L. could constitute an interesting source of antioxidant compounds, particularly phenols, with utility at the food industries and pharmaceutical sectors.
URI: http://hdl.handle.net/10198/4872
Appears in Collections:QSA - Qualidade e Segurança Alimentar

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Versao Final.pdf1,26 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 


  © Instituto Politécnico de Bragança - Biblioteca Digital - Feedback - Statistics
  Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE