Biblioteca Digital do Instituto Politécnico de Bragança   Instituto Politécnico de Bragança

Biblioteca Digital do IPB >
Escola Superior Agrária >
Ciências Sociais e Exactas >
CSE - Resumos em Proceedings Não Indexados ao ISI >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10198/4316

Título: Passado, Presente e Futuro da Bioinformática
Autor: Deusdado, Sérgio
Palavras-chave: Bioinformática
Issue Date: 2011
Editora: Instituto Politécnico de Bragança, Escola Superior Agrária
Citação: Deusdado, Sérgio (2011) - Passado, presente e futuro da bioinformática. In 4º Edição do Workshop em Bioinformática. Bragança
Resumo: Nas últimas décadas do século XX os avanços científicos nos métodos experimentais em biologia molecular, e mais concretamente na sequenciação genómica , possibilitaram a acumulação de grandes volumes de dados biológicos primários. Da expansão da informação genómica resultou, por inerência, um expansão na informação proteómica e metabolómica. Toda esta informação despertou uma quantidade de investigadores e de esforços de investigação para desvendar o conhecimento intrínseco aos dados existentes, no intuito de compreender o funcionamento dos sistemas biológicos e assim extrair benefícios para as áreas da saúde e da biotecnologia, entre outras. A bioinformática revelou‐se essencial para o armazenamento, comunicação, processamento e estudo desses dados. Novos algoritmos, novas aplicações e novas formas de pensar a computação devem a sua origem à revolução da bioinformação, que teve um marco indelével na conclusão da sequenciação do genoma humano em 2001. Desde então, a evolução da bioinformática teve uma evolução só comparável à evolução dos próprios computadores, sendo que os volumes de informação biológica que são veiculados pelas redes da informação global, vulgo Internet, têm crescido exponencialmente, e ocupam na actualidade um lugar de destaque no tráfego da Internet. É previsível que da sequenciação dos organismos se passe rapidamente à sequenciação dos indivíduos, pelo que se projecta uma expansão ainda maior da bioinformática nas próximas décadas. A bioinformática será indispensável à maioria dos profissionais de saúde clínica, pois a raiz de muitas doenças está directamente relacionada com a forma como os nossos genes se expressam e pelas interacções entre os sistemas biológicos que os envolvem. A compreensão dessa problemática em tempo útil só é possível com a ajuda da bioinformática, que auxiliará decisivamente os profissionais de saúde no diagnóstico e na terapêutica de muitas doenças complexas, como é o caso do cancro. Na era pós‐genómica o grande desafio encontra‐se na interpretação e na extracção de conhecimento dos dados biológicos. A bioinformática terá de se "democratrizar" e de vencer o desafio da integração. É uma tarefa muito complexa e previsivelmente demorada, que envolverá uma quantidade muito significativa de investigadores e de investimento científico, mas indispensável na caminhada da evolução humana.
Arbitragem científica: no
URI: http://hdl.handle.net/10198/4316
Appears in Collections:CSE - Resumos em Proceedings Não Indexados ao ISI

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Passado presente e futuro da bioinformática WB2011.pdf77,79 kBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 


  © Instituto Politécnico de Bragança - Biblioteca Digital - Feedback - Statistics
  Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE