Biblioteca Digital do Instituto Politécnico de Bragança   Instituto Politécnico de Bragança

Biblioteca Digital do IPB >
Escola Superior Agrária >
Ciências Sociais e Exactas >
CSE - Resumos em Proceedings Não Indexados ao ISI/Scopus >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10198/4316

Título: Passado, Presente e Futuro da Bioinformática
Autor: Deusdado, Sérgio
Palavras-chave: Bioinformática
Issue Date: 2011
Editora: Instituto Politécnico de Bragança, Escola Superior Agrária
Citação: Deusdado, Sérgio (2011) - Passado, presente e futuro da bioinformática. In 4º Edição do Workshop em Bioinformática. Bragança
Resumo: Nas últimas décadas do século XX os avanços científicos nos métodos experimentais em biologia molecular, e mais concretamente na sequenciação genómica , possibilitaram a acumulação de grandes volumes de dados biológicos primários. Da expansão da informação genómica resultou, por inerência, um expansão na informação proteómica e metabolómica. Toda esta informação despertou uma quantidade de investigadores e de esforços de investigação para desvendar o conhecimento intrínseco aos dados existentes, no intuito de compreender o funcionamento dos sistemas biológicos e assim extrair benefícios para as áreas da saúde e da biotecnologia, entre outras. A bioinformática revelou‐se essencial para o armazenamento, comunicação, processamento e estudo desses dados. Novos algoritmos, novas aplicações e novas formas de pensar a computação devem a sua origem à revolução da bioinformação, que teve um marco indelével na conclusão da sequenciação do genoma humano em 2001. Desde então, a evolução da bioinformática teve uma evolução só comparável à evolução dos próprios computadores, sendo que os volumes de informação biológica que são veiculados pelas redes da informação global, vulgo Internet, têm crescido exponencialmente, e ocupam na actualidade um lugar de destaque no tráfego da Internet. É previsível que da sequenciação dos organismos se passe rapidamente à sequenciação dos indivíduos, pelo que se projecta uma expansão ainda maior da bioinformática nas próximas décadas. A bioinformática será indispensável à maioria dos profissionais de saúde clínica, pois a raiz de muitas doenças está directamente relacionada com a forma como os nossos genes se expressam e pelas interacções entre os sistemas biológicos que os envolvem. A compreensão dessa problemática em tempo útil só é possível com a ajuda da bioinformática, que auxiliará decisivamente os profissionais de saúde no diagnóstico e na terapêutica de muitas doenças complexas, como é o caso do cancro. Na era pós‐genómica o grande desafio encontra‐se na interpretação e na extracção de conhecimento dos dados biológicos. A bioinformática terá de se "democratrizar" e de vencer o desafio da integração. É uma tarefa muito complexa e previsivelmente demorada, que envolverá uma quantidade muito significativa de investigadores e de investimento científico, mas indispensável na caminhada da evolução humana.
Arbitragem científica: no
URI: http://hdl.handle.net/10198/4316
Appears in Collections:CSE - Resumos em Proceedings Não Indexados ao ISI/Scopus

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Passado presente e futuro da bioinformática WB2011.pdf77,79 kBAdobe PDFView/Open

Please give feedback about this item
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 


© Instituto Politécnico de Bragança - Biblioteca Digital - Feedback - Statistics
Promotores do RCAAP   Financiadores do RCAAP

Fundação para a Ciência e a Tecnologia Universidade do Minho   Governo Português Ministério da Educação e Ciência PO Sociedade do Conhecimento (POSC) Portal oficial da União Europeia