Biblioteca Digital do Instituto Politécnico de Bragança   Instituto Politécnico de Bragança

Biblioteca Digital do IPB >
Escola Superior de Educação >
Teses de Mestrado >
ES - Educação Social >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10198/3595

Título: A educação sexual na deficiência mental: práticas e perceções face à afetividade e sexualidade do individuo com deficiência mental
Autor: Sousa, Luísa da Assunção de Oliveira
Orientador: Mateus, Maria do Nascimento Esteves
Issue Date: 2011
Editora: Instituto Politécnico de Bragança, Escola Superior de Educação
Citação: Sousa, Luísa da Assunção de Oliveira (2011) – A educação sexual na deficiência mental: práticas e perceções face à afetividade e sexualidade do individuo com deficiência mental. Bragança: Escola Superior de Educação. Dissertação de Mestrado em Educação Social
Resumo: O indivíduo deficiente mental, na consciência humana, não tem o direito de usufruir da sua sexualidade. A sociedade rodeia o deficiente mental com mitos, crenças, preconceitos, atitudes discriminatórias, esquecendo-se de que estes individuos são seres com necessidades afetivas e sexuais, satisfações, desejos, impulsos, prazer que devem ser aceites e trabalhados por parte dos familiares e dos técnicos que trabalham na área. A repressão da sexualidade, pode alterar o equilíbrio interno do indivíduo portador de deficiência mental, e como consequência diminui as suas possibilidades psi quicas. Quando a sexualidade é bem encaminhada, desenvolvem-se capacidade de relacionamentos, aumentando a auto-estima e integrando-se na sociedade. O presente trabalho incide no estudo de 10 individuos portadores de deficiência mental, 10 famílias e 5 técnicos da ASCUDT, uma IPSS de Bragança, com o objetivo de conhecer as crenças mais comuns, dos técnicos e da família, relacionadas à sexualidade do portador de deficiência mental, conhecer as aspirações do individuo com deficiência mental e os problemas de expressão sexual do mesmo. No sentido de responder ao problema: Poderão os técnicos de umo instituição, face às práticas e perceções, crenças e atitudes dos deficientes mentais e seus familiares, contribuir para uma melhoria da sua sexualidade, através de programas sobre a educação sexual?, optou-se por técnicas fundamentalmente de natureza qualitativa. Foi construido um questionário dirigido aos familiares dos p0l1adores de deficiência mental e elaborado uma entrevista individual à diretora de serviços e uma entrevista coletiva dirigida a 4 técnicos da instituição. Foram também planeadas 10 sessões de fornlação sobre vários temas relacionados com a sexualidade, consentidas e presenciadas por 10 individuos portadores de deficiência mental. A minimização da sexualidade desadequada depende nomeadamente da mudança das práticas e perceções, crenças e atitudes em tomo da sexualidade na deficiência mental. The mentally retarded individual, human conSClOusness, has the right to enjoy their sexuality. The society around the intellectually disabled with myths, beliefs, prejudices and discriminatory attitudes, forgetting that these individuaIs are beings with emotional and sexual needs, satisfactions, desires, impulses, pleasure to be accepted and dealt with by family and technicians working in the area. The repression of sexuality, you can change the internal balance of individual with a disability, and consequently decreases your chances psychic. When sexuality is well underway, ability to develop relationships, increasing self-esteem and integrating into society. This work focuses on the study of 10 mentally retarded individuaIs, 10 families and tive tecJmicians ASCUDT, an IPSS of Bragança, in order to know the most common beliefs, technicians and family, related to sexuality carrier. ln order to respond to the problem: Can the institution of a tecJmical, practical and meet the perceptions, beliefs and attitudes of menta]]y handicapped and their families, contribute to an improvement of their sexuality, through programs on sex education?, lt was decided by tecJmiques essentially qualitative in nature. lt was constructed a questionnaire to family members of mentally retarded and developed an individual interview to the director of servi ces and a news conference aimed at four tecJmical institution. We also planned 10 training sessions on various topics related to sexuality, consensual and attended by 10 individuaIs with mental disabilities. The minimization of inappropriate sexuaJity in particular, on the changing practices and perceções, beliefs and attitudes around sexuality in the mentally handicapped.
Arbitragem científica: yes
URI: http://hdl.handle.net/10198/3595
Appears in Collections:ES - Educação Social

Files in This Item:

File Description SizeFormat
DISSERTAÇÃO A ES NA DM.pdf27,95 MBAdobe PDFView/Open

Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 


  © Instituto Politécnico de Bragança - Biblioteca Digital - Feedback - Statistics
  Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE