Biblioteca Digital do Instituto Politécnico de Bragança   Instituto Politécnico de Bragança

Biblioteca Digital do IPB >
Escola Superior Agrária >
Teses de Mestrado >
GRF - Gestão de Recursos Florestais >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10198/3411

Título: Capacidade de enraizamento de estacas semi-lenhosas de oliveira das variedades Cobrançosa, Verdeal, Negrinha e Santulhana
Autor: Pimentel, Amílcar dos Santos Alves
Orientador: Gouveia, Eugénia
Fonseca, Felícia
Palavras-chave: AIB
Peróxido de hidrogénio
Cobrançosa
Verdeal
Negrinha
Santulhana
Issue Date: 2010
Editora: Instituto Politécnico de Bragança, Escola Superior Agrária
Citação: Pimentel, Amílcar dos Santos Alves (2010) - Capacidade de enraizamento de estacas semi-lenhosas de oliveira das variedades Cobrançosa, Verdeal, Negrinha e Santulhana. Bragança: ESA. Dissertação de Mestrado em Gestão de Recursos Florestais
Resumo: A multiplicação vegetativa de estacas semi-lenhosas de oliveira é o processo mais amplamente usado para a obtenção de novas plantas, clones das plantas mãe onde se recolhe o material vegetal que lhes vai dar origem. Para este processo é sabido que o uso de auxinas sintécticas, como o ANA ou AIB, influencia a capacidade de enraizamento das referidas estacas. Neste trabalho, procedeu-se ao enraizamento de estacas de quatro variedades de oliveira representativas da região de Trás-os-Montes e Alto Douro, Cobrançosa, Verdeal, Negrinha e Santulhana, submetidas a diversos tratamentos com ácido indol-3-butírico (2000 e 3000 ppm) e à imersão em peróxido de hidrogénio, num total de seis tratamentos (T0, T1, T2, T3, T4 e T5). A duração do processo de enraizamento foi outro dos parâmetros avaliado, tendo-se adoptado experimentalmente 30, 60 e 90 dias. Os principais resultados deste estudo reportam que a variedade Negrinha é a que apresenta maior percentagem de estacas enraizadas, a Santulhana é a mais dificil de enraizar independetemente do tratamento usado ou tempo de duração do processo. O tratamento T2 revelou-se o mais eficaz na indução de raiz, e consistiu na imersão das estacas numa solução diluida de AIB a 3000 ppm. O uso de peróxido de hidrogénio não se revelou importante para a percentagem de estacas enraizadas. Quanto ao tempo de duração do processo de enraizamento, observou-se que ao fim de 90 dias a percentagem de enraizamento é bastante elevada, mas comparando com a percentagem ao fim de 60 dias, a diferença não parece justificar prolongamento do referido processo por mais 30 dias, se se tiver em conta os gastos inerentes ao processo.The vegetative propagation of semi-hardwood cuttings of olive tree is the most widely used process for obtaining new plants, clones of the mother plant where it is collected the vegetal material which will give them origin. For this process, it is known that the use of synthetic auxins, as NAA or IBA, influences the rooting ability of these poles. In this work, we proceeded to the rooting of four varieties of olive trees poles, representing the region of Trás-os-Montes and Alto Douro, Cobrançosa, Verdeal, Negrinha and Santulhana, submitted to various treatments with indole-3-butyric acid (2000 and 3000 ppm) and immersion in hydrogen peroxide, in a total of six treatments (T0, T1, T2, T3, T4 and T5). The duration of the rooting process was another of the parameters evaluated, having adopted experimentally 30, 60 and 90 days. The main results of this study report that the Negrinha’s variety is the one which presents the highest percentage of rooting, the Santulhana is the hardest to root, independently of the treatment used or the duration of the process. The T2 treatment has proved to be the most effective in inducing the root, and consisted of dipping the poles in a dilute solution of IBA at 3000 ppm. The use of hydrogen peroxide did not prove to be important to the percentage of rooting. Regarding the duration of the rooting process, it was observed that after 90 days of the rooting percentage are quite high, but compared to the percentage after 60 days, the differences do not seem to justify the continuation of that process for more 30 days, if one takes into account the expenses inherent to the process.
URI: http://hdl.handle.net/10198/3411
Appears in Collections:GRF - Gestão de Recursos Florestais

Files in This Item:

File Description SizeFormat
TESE_AMI.PDF2,42 MBAdobe PDFView/Open

Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 


  © Instituto Politécnico de Bragança - Biblioteca Digital - Feedback - Statistics
  Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE