Biblioteca Digital do Instituto Politécnico de Bragança   Instituto Politécnico de Bragança

Biblioteca Digital do IPB >
Escola Superior Agrária >
Ambiente e Recursos Naturais >
ARN - Artigos em Proceedings Não Indexados ao ISI >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10198/2914

Título: Efeitos ambientais do abandono da agricultura em áreas de montanha
Autor: Azevedo, João
Moreira, César
Pinheiro, Helena
Loureiro, Carlos
Castro, João Paulo
Palavras-chave: Alteração da paisagem
Serviços ambientais
Sequestro de carbono
Risco de incêndio
Issue Date: 2010
Editora: APDEA
Citação: Azevedo, J., C.; Moreira, H.; Pinheiro, C.; Loureiro Castro, J. (2010) - Efeitos ambientais do abandono da agricultura em áreas de montanha. Actas do VI Congresso da Associação Portuguesa de Economia Agrária e IV Congresso de Gestão e Conservação da Natureza. Ponta Delgada. ISBN 978-972-8612-61-0
Resumo: As paisagens das regiões de montanha em Portugal encontram-se em acelerada alteração por efeito do abandono da agricultura. Neste trabalho analisámos as modificações da composição e da configuração da paisagem nos últimos 50 anos em duas freguesias do nordeste de Portugal e os efeitos dessas alterações no risco de incêndio e no sequestro de carbono. A paisagem foi classificada e cartografada para os anos de 1958, 1968, 1978 e 1992/3 e 2005/6 e descrita através de métricas. O efeito da alteração da paisagem no comportamento do fogo foi avaliado na freguesia de França por modelação e simulação em FlamMap. O carbono fixado na paisagem foi analisado na freguesia de Deilão a partir da estimação da biomassa dos sistemas naturais e de produção presentes. Em ambas as freguesias houve uma redução acentuada na área agrícola e um aumento da área florestal. Estas alterações, do mesmo tipo, conduziram à diminuição da heterogeneidade em França e ao seu aumento em Deilão. Em França, as alterações na paisagem criaram condições para a ocorrência de incêndios de maior dimensão e intensidade ao longo do tempo. Em Deilão conduziram a um aumento de 267% no carbono sequestrado na paisagem e a stocks médios, em 2005, de 17.97t/ha. Concluiu-se que as alterações da paisagem de montanha no nordeste de Portugal causadas por abandono da agricultura afectaram a estrutura da paisagem de forma distinta de acordo com as suas condições biofísicas e que essas alterações aumentaram o risco de incêndio e aumentaram a fixação de carbono na paisagem.
Arbitragem científica: no
URI: http://hdl.handle.net/10198/2914
ISBN: 978-972-8612-61-0
Appears in Collections:ARN - Artigos em Proceedings Não Indexados ao ISI

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Azevedoetalpaperfinal.pdf225,74 kBAdobe PDFView/Open

Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 


  © Instituto Politécnico de Bragança - Biblioteca Digital - Feedback - Statistics
  Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE