Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10198/1930
Título: Revestimentos funcionais de base quitosano desenvolvimento de aplicações para a indústria do calçado
Autor: Barros, Maria Catarina Gomes de
Orientador: Barreiro, M.F.
Palavras-chave: Revestimentos funcionais
Quitosano
Microencapsulação
Couro
Functional coatings
Chitosan
Microencapsulation
Leather
Data de Defesa: 2008
Citação: Barros, Maria Catarina Gomes de - Revestimentos Funcionais de Base Quitosano Desenvolvimento de Aplicações para a Indústria do Calçado. Bragança: ESTiG, 2008. Dissertação de Mestrado em Engenharia Química
Resumo: O termo revestimento emerge do conceito clássico de protecção, tendo sido desenvolvido para responder a um determinado estímulo. Deste conceito surgem dois tipos de revestimentos principais, os revestimentos orgânicos e os revestimentos funcionais, podendo também existir um terceiro tipo revestimento obtido a partir da junção dos dois anteriores, denominados camadas híbridas. O quitosano é um polímero que apresenta características motivadoras para o seu uso como revestimento funcional. A sua grande abundância faz dele um recurso economicamente atractivo com características de elevado interesse para determinadas áreas específicas, incluindo a biomédica. Uma das características mais focadas nas suas aplicações é o seu poder antimicrobiano. Neste trabalho foi estudada a viabilidade de se fabricarem revestimentos funcionais de base quitosano, com ou sem a incorporação de aditivos, e a sua aplicabilidade à indústria do couro como material base para a produção de componentes para a indústria do calçado. O desenvolvimento experimental compreendeu três partes distintas para a formação de revestimentos funcionais de base quitosano: (1) Formação de microcápsulas pelo método de coacervação simples, utilizando um sistema óleo-em-água; (2) Formação de filmes de quitosano pelo método da evaporação do solvente e (3) Formação de filmes incorporando microcápsulas. Fazendo uma análise detalhada ao processo produtivo do couro, os revestimentos funcionais desenvolvidos experimentalmente, podem ser inseridos em duas etapas do processo: Curtume ou Acabamentos. The terminology coating emerges from the classical concept of protection that has been developed to respond to a given stimulus. From this concept arise two main types of coatings, organic and functional coatings. It may also be defined a third type of coating obtained from the combination of the last two, called hybrid layers. Chitosan is a biopolymer with unique properties for being used as a functional coating. Its abundance makes it an economically attractive resource with characteristics suited for specific areas, for example, biomedical applications. One of the most relevant characteristic is its antimicrobial activity. In the present work the feasibility of producing chitosan-based functional coatings was studied, with or without the incorporation of additives and, thereafter, its applicability to the leather as a base material to produce footwear components evaluated. The experimental development comprised three main topics: (1) Production of microcapsules by simple coacervation using an oil-in-water system; (2) Production of chitosan-based films by the solvent evaporation technique and (3) Production of films with incorporated microcapsules. Moreover, a detailed analysis of the leather productive process pointed out for the viability of introducing the developed functional coatings into two distinct stages of the process: Tanning and Finishing
URI: http://hdl.handle.net/10198/1930
Aparece nas colecções:EQ - Engenharia Química

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Maria_Catarina_Barros_MEQ_2008.pdf2,59 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.