Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10198/17779
Título: Efeito da substituição de espécies florestais no armazenamento de carbono em áreas de montanha da Região Mediterrânea
Autor: Carvalho, Ana Luiza de
Orientador: Fonseca, Felícia
Figueiredo, Tomás de
Almeida, Eliane Silva Ferreira
Palavras-chave: Biomassa
Horizontes orgânicos
Horizontes minerais
Sistemas florestais
Portugal
Data de Defesa: 2018
Resumo: A substituição de espécies florestais pode interferir de forma significativa na quantidade de carbono armazenado nos diversos compartimentos que constituem os ecossistemas terrestres (biomassa, horizontes orgânicos e solo). Com o presente trabalho pretende-se avaliar os efeitos da substituição da vegetação climácica (Quercus pyrenaica) da Serra da Nogueira, situada no NE Portugal, pelas espécies Pseudotsuga menziesii (PM) e Pinus nigra (PN) no armazenamento total de carbono no sistema. Para o estudo, estabeleceram-se três parcelas de 315 m2 nos povoamentos de cada uma das espécies consideradas (9 parcelas no total) e realizou-se a medição da altura e diâmetro à altura do peito de todas as árvores, assim como a colheita de amostras de vegetação herbácea e de horizontes orgânicos, em áreas de 0,49 m2, em 15 pontos aleatórios por espécie (5 em cada parcela). Nos mesmos pontos realizou-se a colheita de amostras de solo perturbadas e não perturbadas, nas profundidades 0-5, 5-10, 10-15, 15-20 e 20-30 cm. Trinta anos após a substituição da vegetação climácica foi possível observar ganhos de carbono na biomassa das espécies florestais e nos horizontes orgânicos, principalmente para a espécie PM, e perdas significativas de carbono no solo. O total de carbono acumulado é significativamente superior em PM (327,1 Mg ha-1) comparativamente às espécies PN (244,3 Mg ha-1) e QP (271,7 Mg ha-1), que apresentam valores estatisticamente idênticos.
Forest species replacement can influence significantly the amount of carbon stored in the several compartments that compose the terrestrial ecosystems (biomass, forest floor and mineral soil). This study intends to evaluate the influence of the replacement of the Quercus pyrenaica species (QP), which represents the native vegetation of Serra da Nogueira, NE Portugal, by the Pseudotsuga menziesii (PM) and Pinus nigra (PN) forest species. For this purpose, three plots of 300 m2 were established in each stand (9 plots in total) and the height and diameter at breast height of all trees were measured. Herbaceous and forest floor were collected in areas of 0.49 m2 in 15 points per species (5 per plot). At the same points, disturbed and undisturbed soil samples were collected at depths 0-5, 5-10, 10-15, 15-20 and 20-30 cm. Thirty years after the native vegetation replacement, carbon gains are observed in the forest species biomass and in the forest floor, which is more noticeable in PM, and significant losses of carbon in the mineral soil. Total carbon accumulated is significantly higher in PM (327.1 Mg ha-1) compared to PN (244.3 Mg ha-1) and QP (271.7 Mg ha-1), which present statistically identical values.
URI: http://hdl.handle.net/10198/17779
Designação: Tecnologia Ambiental
Aparece nas colecções:ESA - Dissertações de Mestrado Alunos

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
pauta-relatorio-5.pdf2,46 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.