Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10198/14689
Título: Estilos de vida dos profissionais de saúde da unidade local de saúde do Nordeste
Autor: Martiniano, Carlos Manuel Gonçalves
Orientador: Fernandes, Adília
Brás, Manuel
Palavras-chave: Comportamentos de risco
Estilos de vida
Profissionais de saúde
Data de Defesa: 2017
Resumo: Os estilos de vida associados à saúde refletem os comportamentos que são empreendidos por indivíduos, grupos e comunidades. O presente trabalho tem como principal objetivo identificar os estilos de vida dos profissionais de saúde da ULSNE, tratando-se de um estudo de abordagem quantitativa, descritiva e analítica, de corte transversal. Participaram no presente estudo 305 profissionais de saúde de ambos os sexos, com idades compreendidas entre os 20 e os 65 anos, exercendo várias profissões ao nível da saúde. Preencheram um questionário constituído por questões sociodemográficas e o Questionário de Estilos de Vida Fantástico. Os principais resultados mostraram que, globalmente, os profissionais de saúde foram classificados como detentores de um estilo de vida “Muito bom”, que se reflete positivamente nos seus comportamentos. Não obstante, os resultados descritivos permitiram a identificação de um conjunto de comportamentos de risco associados à falta de exercício físico, alimentação pouco saudável, consumo de tabaco, álcool e outras drogas e fraca qualidade do sono. Os principais resultados inferenciais mostraram que os estilos de vida destes profissionais estão associados ao sexo, estado civil, escolaridade, profissão, anos de serviço e doenças crónicas. Investigações futuras devem ser conduzidas para se aprofundar quais os estilos de vida que caracterizam a realidade dos profissionais de saúde da ULSNE em específico e do país, em geral.
Lifestyles reflect the health-related behaviours that are carried out by individuals, groups and communities. The present work has as main objective to identify the prevalent lifestyles in health-care professionals of the ULSNE, through a quantitative, descriptive and analytical approach, with cross-cutting. Participated in this study, 305 health professionals of both sexes, aged between 20 and 65 years old in various health professions. Participants filled out a survey consisting of socio-demographic issues and the Fantastic Lifestyles Survey. The main results showed that, overall, health professionals have been classified as a "Very good" Lifestyle, which is reflected positively in their behaviours. However, the descriptive results allowed the identification of a set of risk behaviours associated with lack of exercise, unhealthy nutrition, tobacco and alcohol use, other drugs and poor sleep quality. The main results of the inferential statistics showed that lifestyles of these professionals are associated with sex, marital status, education, profession, years of service and chronic diseases. Future research should be conducted to deepen the knowledge about the lifestyles which characterizes the reality of the ULSNE health professionals in particular and the country in general.
URI: http://hdl.handle.net/10198/14689
Designação: Mestrado em Enfermagem Comunitária
Aparece nas colecções:EC - Enfermagem Comunitária

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Carlos Manuel Gonçalves Martiniano.pdf1,61 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.