Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10198/14395
Título: Análise da evolução recente da fragmentação da paisagem do Parque Natural de Montesinho
Autor: Macome, João Vitor Martins
Orientador: Castro, José
Couto, Edivando Vitor do
Palavras-chave: Carvalhal
Fragmentação
Métricas da paisagem
Métricas da paisagem
Softwares livres
Data de Defesa: 2017
Resumo: O presente trabalho analisa a fragmentação da paisagem, nomeadamente das florestas de carvalho (Quercus pyrenaica Willd.) no Parque Natural de Montesinho (PNM) localizado no nordeste de Portugal. O PNM é uma área Protegida muito importante para a preservação dos ecossistemas naturais e seminaturais da região. Estende-se por aproximadamente 75000 hectares e as características dos seus bosques de Quercus pyrenaica Willd., os carvalhais, representa um dos processos mais importantes para a manutenção da biodiversidade. Com o auxílio de softwares livres, como o QGIS e o FRAGSTATS, foi possível avaliar a configuração da paisagem desta área Protegida registrada em mapas de ocupação do solo com três origens distintas: Corine Land Cover (CLC 2006) e (CLC 2012) e Carta de Uso e Ocupação do Solo (COS 2007). A metodologia se baseia na estimação de métricas da paisagem selecionadas criteriosamente para a aplicação a essas cartografias. Os resultados obtidos apontam para evolução da vegetação em comparação com as cartografias CLC do ano de 2006 para 2012, e em relação a comparação entre a cartografia CLC 2006 e COS 2007, podemos observar um tendência similar no comportamento das métricas, porém consideráveis diferenças nos seus valores, como no valor da métrica NP (Número de manchas) por exemplo, para a cartografia COS 2007 é quase 5 vezes maior comparado ao valor da cartografia CLC 2006. De uma maneira geral podemos atestar a validade das três cartografias para avaliar importante informação sobre o estado da fragmentação dos carvalhais, ainda que importaria contrastar os seus resultados com maior trabalho de campo para uma mais correta tomada de decisão na gestão da paisagem do PNM.
The present work analyzes the fragmentation of the landscape, namely the oak forests (Quercus pyrenaica Willd.) in the Montesinho Natural Park (PNM) located in the northeast of Portugal. The PNM is a very important protected area for the preservation of the region's natural and semi-natural ecosystems. It extends over approximately 75000 hectares and as characteristics of its woods of Quercus pyrenaica Willd., the oak forests, represent one of the most important processes for a maintenance of the biodiversity. With the help of free software, such as QGIS and FRAGSTATS, it was possible to evaluate a landscape configuration of this Protected Area registered in land use maps with three different origins: CORINE Land Cover (CLC 2006 and CLC 2012), and Land Use and Occupancy (COS 2007). The methodology based on the estimation of landscape metrics carefully selected for an application to these cartographies. The results obtained point to vegetation evolution in comparison to the CLC cartographies from 2006 to 2012, and in relation to the comparison between CLC cartography 2006 and COS 2007, we can observe a similar tendency in the behavior of the metrics, but considerable differences in their Values. In general, we can attest to the validity of the three cartographies to evaluate important information about the state of the fragmentation of the oaks, although it would be necessary to contrast their results with more field work for a correct decision making in the management of the landscape of PNM.
Descrição: Mestrado com dupla diplomação com a Universidade Tecnológica Federal do Paraná
URI: http://hdl.handle.net/10198/14395
Designação: Mestrado em Tecnologia Ambiental
Aparece nas colecções:TA - Tecnologia Ambiental

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
João Vitor Martins Macome - Tese Final 2017.pdf5,3 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.