Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10198/14229
Título: Valor agronómico de fertilizantes enriquecidos com microrganismos fixadores de azoto
Autor: Ladeira, Laurindo Chambula
Orientador: Arrobas, Margarida
Rodrigues, Manuel A.
Palavras-chave: Alface
Lactuca sativa
Couve-tronchuda
Brassica oleracea
Data de Defesa: 2017
Resumo: A agricultura tem beneficiado da fixação biológica de azoto a partir da atividade de microrganismos endofíticos obrigatórios e facultativos mas menos da ação de fixadores livres que vivem na rizosfera. Contudo, recentemente têm surgido no mercado fertilizantes orgânicos enriquecidos com microrganismos heterotróficos fixadores de azoto que procuram promover a fixação através da colocação dos microrganismos junto ao substrato alimentar. O objetivo do trabalho foi a avaliação do efeito dos tratamentos fertilizantes em duas culturas sucessivas de alface (Lactuca sativa L.) durante o período Primavera/Verão de 2015 seguidas do cultivo de couve-tronchuda (Brassica oleracea var. acephala) e nabiça (Brassica rapa L.) no início do Outono. Os ensaios de campo e em vasos foram instalados na Escola Superior Agrária do Instituto Politécnico de Bragança (Latitude, 41° 47' 52.06" N; Longitude, 6° 45' 58.65" W). Os ensaios foram organizados de forma completamente causalizada com seis tratamentos fertilizantes: dois corretivos orgânicos comerciais enriquecidos com microrganismos fixadores de azoto (Biof1 e Biof2); um corretivo orgânico comercial não enriquecido (Organ); um fertilizante mineral aplicado em dose simples (Min1) e em dose dupla (Min2); e testemunha (Test). Na experiência de campo a amostra era composta com quatro plantas aleatórias colhidas dentro do talhão e ignorando as plantas da bordadura para alface. No caso da couve usaram-se apenas duas plantas por amostra e no caso da nabiça amostrou-se uma área de 1,25 m2. Na experiência em vasos, cultivou-se uma alface por vaso, sendo a amostra constituída por uma alface. No caso da couve e da nabiça a experiência teve apenas 5 repetições (5 vasos) com uma couve por vaso e cinco plantas de nabiça por vaso. As doses de fertilizante aplicadas foram definidas de forma a serem introduzidas as mesmas quantidades de azoto, tendo, por isso, variado em função da concentração deste nutriente nos fertilizantes utilizados. Foi analisada a produção de matéria seca, concentração de azoto, fósforo e potássio nos tecidos, exportação de azoto, fósforo e potássio, concentração de nitratos no solo, disponibilidade de azoto no solo durante e após os ensaios e eficiência de uso de azoto dos fertilizantes. Os resultados mostraram um efeito significativo dos tratamentos fertilizantes sobre a produção de matéria seca e a exportação de azoto, fósforo e potássio, onde o adubo mineral originou os maiores valores e o corretivo orgânico não enriquecido os valores mais baixos entre os fertilizantes. O tratamento testemunha apresentou no geral menor produção de biomassa e exportação de xvi nutrientes. Os tratamentos não proporcionaram valores de concentação de nutrientes nos tecidos das plantas diferentes entre si. O adubo mineral foi aquele que resultou em maior disponibilidade de azoto para as plantas. O azoto aparentemente recuperado teve os valores mais elevados com a aplicação da dose única do adubo mineral ao fim de dois anos de aplicação (36,6% no campo e 33,5% nos vasos), ao passo que o corretivo orgânico não enriquecido foi o que apresentou a menor eficiência de uso do azoto (18,6% no campo e 2,4% nos vasos). O adubo mineral em dose dupla e os corretivos orgânicos enriquecidos com microrganismos apresentaram um efeito residual mais elevado em ralação aos demais tratamentos sobre o cultivo de cevada num ciclo cultural seguinte.
Agriculture has benefited from biological nitrogen fixation from the activity of obligate and facultative endophytic microorganisms but less from the action of free-living rhizosphere bacteria. However, new organic fertilizers have recently appeared in the market after being enriched with heterotrophic nitrogen-fixing microorganisms with the aim of increasing the potential of nitrogen fixation by joining the microorganisms with the organic substrate. The purpose of this work was to evaluate the effect of fertilizer treatments on two successive lettuce crops (Lactuca sativa L.) during the Spring/Summer 2015 period, followed by the cultivation of cabbage (Brassica oleracea var. acephala) and turnip (Brassica rapa L.) in early autumn. Field and potting trials were installed at the Higher Agricultural School of the Polytechnic Institute of Bragança (Latitude, 41 ° 47 '52.06 "N; Longitude, 6 ° 45' 58.65" W). The trials were organized in a completely randomized designer with six fertilizer treatments: two commercial organic amendments enriched with nitrogen fixing microorganisms (Biof1 and Biof2); a commercial organic amendment not enriched (Organ); a mineral fertilizer applied in single dose (Min1) and in double dose (Min2); and a control (Test) without nitrogen fertilization. In the field experiment each individual sample was composed of four random plants harvested inside the plot and avoiding plants from the outer rows. In the case of cabbage, only two plants were used per sample and in the case of the turnip an area of 1.25 m2 was sampled. In the pot experiment, a single lettuce plant was cultivated per pot. In the case of cabbage and turnip, the experiment had only 5 replicates (5 pots) with one cabbage per pot and five turnip plants per pot. The fertilizer rates were defined in order to supply the same amounts of nitrogen and, therefore, varied according to the concentration of this nutrient in the fertilizers used. Dry matter yield, tissue nitrogen, phosphorus and potassium concentration, removals of nitrogen, phosphorus and potassium in aboveground biomass, soil nitrogen availability during and after the growing season, and nitrogen use efficiency were recorded. The results showed a significant effect of fertilizer treatments on dry matter yield and nitrogen, phosphorus and potassium removal in aerial biomass. Mineral fertilization gave the highest values and the organic amendment not enriched the lowest values among the fertilizers. Control treatment showed lower production of biomass and nutrient removals. Fertilizer treatments did not provide nutrient concentration values in plant tissues significantly different from each other. Mineral fertilizer was the one that xviii resulted in greater availability of nitrogen to the plants. Apparent nitrogen recovery was higher with the application of the single dose of mineral fertilizer after two years of application (36.6% in the field and 33.5% in the pots) and lower in the no micro-enriched organic fertilizer (18.6% in the field and 2.4% in the pots). Double-dose mineral fertilizer and the organic amendment enriched with microorganisms gave a higher residual effect in comparison to the other treatments when assessed by barley cultivated after the end of the growing cycles of horticultural plants.
URI: http://hdl.handle.net/10198/14229
Designação: Mestrado em Agricultura Tropical
Aparece nas colecções:AGT - Agricultura Tropical

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Dissertação Versão final - Laurindo.pdf1,49 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.