Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10198/14030
Título: A importância das famílias nos cuidados de enfermagem: a visão do enfermeiro de família
Autor: Pires, Eliana
Orientador: Fernandes, Adília
Magalhães, Carlos Pires
Palavras-chave: Família
Enfermagem familiar
Atitude do pessoal de saúde
Cuidados de enfermagem
Data de Defesa: 2016
Resumo: A relevância da família nos Cuidados de Saúde Primários (CSP) tem vindo a evidenciar-se na implementação de políticas de saúde. É premente a preocupação e o compromisso de integrar as famílias nos cuidados de saúde, tendo em vista a promoção e manutenção da saúde familiar. A enfermagem familiar nos CSP tem vindo a ser valorizada e reconhecida, sendo o pilar dos cuidados de saúde ao longo do ciclo vital do ser humano, razão pela qual entendemos pertinente conhecer as atitudes dos enfermeiros em CSP. Delineados os objetivos: Identificar a importância atribuída pelos enfermeiros de família à participação da família nos cuidados de enfermagem e relacionar as atitudes dos enfermeiros com as variáveis sociodemográficas e profissionais. Trata-se de um estudo observacional, descritivo, analítico e transversal de cariz quantitativo, aplicado a 90 enfermeiros de família a exercer funções em Unidades de Cuidados de Saúde Personalizados do distrito de Bragança integradas na Unidade Local de Saúde do Nordeste. O instrumento utilizado foi o questionário constituído por questões sociodemográficas e profissionais e a escala “Importância das Famílias nos Cuidados de Enfermagem - Atitudes dos Enfermeiros”, validada para a população portuguesa por (Oliveira et al., 2009). Os resultados do estudo evidenciam a não existência de associação estatística nos cruzamentos das dimensões da escala com as variáveis idade, experiência profissional, formação profissional e formação em enfermagem de família. Verificou-se existência estatisticamente significativa com as variáveis do título profissional na dimensão Família como um fardo (p=0,029), da experiência pessoal com familiares doentes na dimensão Família como um recurso nos cuidados de enfermagem (p=0,009), e da experiência profissional com utentes doentes nas dimensões Família como um parceiro dialogante e recurso de coping (p= 0,015) e Família como um recurso nos cuidados de enfermagem (p=0,003). A presente investigação evidencia atitudes positivas na integração e inclusão da família na prestação de cuidados de enfermagem nos CSP do distrito de Bragança, sendo imprescindível a promoção na parceria de cuidados da família com os enfermeiros.
The relevance of family in the Primary Healthcare (PHC) has been becoming clear in the health policies implementation. The concern and commitment to integrate families in the healthcare is pressing, owing to the promotion and maintenance of family healthcare. Family nursing in the PHC has been valued and recognized, being the cornerstone of the healthcare, throughout the human’s life cycle, this being the reason why we find relevant knowing the attitudes of nurses in PHC. Defined Goals: Identifying the importance given by the family nurses to the participation of family in the nursing care and relating the nurses’ attitudes with the sociodemographic and professional variables. It is an observational, descriptive, analytical and of cross-quantitative nature study, applied to 90 family nurses exercising functions in Personalized Healthcare Units in the district of Bragança, integrated in the Local Health Unit of the Northeast. The used instrument was a questionnaire, constituted by sociodemographic and professional questions and the “Importance of Family in the Nursing Care – Nurses’ Attitudes” scale, validated for the Portuguese population by (Oliveira et al., 2009). The study’s results show the non-existence of any statistical association between the crossing of the scale’s dimensions and the variables age, professional experience, professional formation and formation in family nursing. The statistically significant existence has been verified, with the variables of professional title in the Family as a burden dimension (p=0,029), personal experience with sick relatives in the Family as a resource dimension nursing care (p=0,009), and professional experience with sick users in the Family as a dialoguing partner and a coping resource dimensions (p=0,015) and Family as a resource in the nursing care (p=0,003). The present investigation shows positive attitudes towards the integration and inclusion of family in the nursing care in the PHC in the district of Bragança, being the promotion indispensable in the family care partnership with the nurses.
URI: http://hdl.handle.net/10198/14030
Designação: Mestrado em Enfermagem de Saúde Familiar
Aparece nas colecções:ESSa - Dissertações de Mestrado Alunos

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
A importância das Famílias - Versão Final.pdf2,09 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.