Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10198/10505
Título: Avaliação da perceção dos utentes do ACES Nordeste face à reorganização dos serviços de urgência
Autor: Videira, Patrícia Alexandra Morais
Orientador: Pires, Amélia M.M.
Palavras-chave: Reorganização dos serviços de urgência
Consulta aberta
Emergência
Urgência
Data de Defesa: 2014
Resumo: Os serviços de urgência vêm sendo objeto de várias reformas, seja por razões de ordem financeira seja pela necessidade de valorizar o que são as verdadeiras urgências e aumentar a acessibilidade aos cuidados de saúde urgentes e emergentes, diminuído a taxa de mortalidade e de morbilidade. Neste contexto, foi objetivo deste estudo avaliar a perceção dos utentes do Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) Nordeste face à reorganização dos serviços de urgência no sentido de compreender se conhecem os serviços de saúde disponíveis e se sabem utilizá-los. Para o efeito, baseamo-nos numa abordagem metodológica quantitativa, com recurso ao inquérito por questionário, aplicado a uma amostra de 314 utentes que recorreram à Consulta Aberta dos Centros de Saúde do ACES Nordeste nos meses de julho e agosto de 2012. Este estudo é do tipo descritivo simples exploratório. Os resultados obtidos permitiram concluir que, tendo em conta a rede de urgências, a maioria dos utentes não sabem como agir em situações de urgência e emergência nem para que serve a Consulta Aberta, o que se traduz numa utilização nem sempre adequada dos serviços de saúde disponíveis.
The urgency services, have been targeted for many changes, for financial reasons, enriching is true mining, increase the emergent health care accessibility, and decrease the mortality and morbility rate. In this context, this study goal is to measure the ACES Nordeste users perception about the urgency services reorganization, towards understand if they know what are the wealth care services available, and if they know how to use it. For this purpose, we used an quantitative methodological approach, applying questionnaire survey to a 314 users sample, who have used the ACES Nordeste wealth care centres Consulta Aberta, in July and August 2012. This is a simple descriptive exploratory study. The results allow to conclude, taking the urgencies network into account, that the users majority do not know how to act in urgency or emergency situations, neither the Consulta Aberta goal, which result in a inadequate health services use.
Los servicios de urgencias han venido a sufrir varias reformas a lo largo del tiempo. Los motivos de estas alteraciones están relacionados con asuntos económicos y otras veces por la necesidad de valorizar lo que realmente es un servicio de urgencias, aumentando el acceso a los cuidados de salud urgentes y emergentes y disminuyendo la tasa de de morbi-mortalidad. Este fue el motivo que originó que el objetivo de este trabajo fuese evaluar la percepción que los pacientes del agrupamiento de centros de salud del Nordeste tienen en relación a la reorganización de los servicios de urgencia, con el fin de comprender si conocían los servicios de salud disponibles y si sabían utilizarlos correctamente. Para este estudio se utilizó una metodología cuantitativa, aplicando un cuestionario a una muestra de 314 pacientes, que utilizaron el servicio de “consulta abierta” en los centros de salud que integran el agrupamiento de centros de salud del Nordeste en los meses de Julio y Agosto de 2012. Este estudio es descriptivo y exploratorio. Los resultados que obtuvimos, nos permiten concluir que, teniendo en cuenta la red de urgencias, la mayoría de los pacientes no sabe cómo actuar en situaciones de urgencia y emergencia, ni saben que cuidados son prestados en una “consulta abierta”, lo que indica que ni siempre utilizan de forma adecuada los servicios de salud disponibles.
URI: http://hdl.handle.net/10198/10505
Designação: Mestrado em Gestão das Organizações - Ramo de Gestão de Unidades de Saúde
Aparece nas colecções:GO - Gestão das Organizações

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Patrícia Alexandra Morais Videira.pdf1,14 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.