Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10198/10340
Título: Determinantes e efeitos do endividamento das famílias em Portugal
Autor: Morais, Lavínia Fernanda Magalhães
Orientador: Ribeiro, Humberto
Data de Defesa: 2013
Resumo: Ao longo dos anos tem-se verificado que o endividamento tem aumentado gradualmente nas economias ocidentais e Portugal não é excepção. Portugal é dos países da Europa que tem um nível de endividamento mais acentuado. Este facto deve-se também às pesadas prestações mensais que as famílias têm, sobretudo decorrente da contracção de empréstimos para aquisição de imóveis, o que está a provocar um elevado nível de incumprimento por parte das mesmas junto da banca. Deste modo, esta dissertação centra-se no estudo do endividamento, mais concretamente no endividamento das famílias portuguesas. Para tal foram efectuadas diversas pesquisas, nomeadamente quanto à noção de endividamento, as suas consequências, os seus indicadores, bem como quanto à recente evolução do endividamento das famílias portuguesas, entre outros aspectos. A capacidade de contrair crédito é um dos factores que influencia o endividamento. Todavia, existem mais factores tais como os rendimentos elevados, uma vez que as famílias com rendimentos mais elevados têm maior probabilidade de se iludirem e terem um consumo mais elevado. Deste modo, esta dissertação considera pertinente o estudo do consumo elevado dos particulares, bem como de outros determinantes associados, tais como a poupança, os depósitos, a taxa de desemprego, a taxa de inflação e a taxa de juro. Com o objectivo de analisar os factores que estão mais associados ao endividamento, foi efectuado um estudo, recorrendo a dois modelos de regressão múltipla, um com uma série temporal mais longa e outro com uma série temporal mais curta, onde se analisaram se as variáveis indicadas anteriormente estavam associadas negativa ou positivamente, verificando-se que quase todos os resultados esperados foram confirmados, ou seja que as variáveis/factores taxa de juro, rendimento, consumo e taxa de inflação estão associadas ao nível de endividamento das famílias.
Over the years it has been verified that the debt has increased gradually, and Portugal is no exception. Portugal is the country in Europe has a debt level more pronounced. This is due to heavy monthly installments which families have what is causing a high level of compliance by the banking families together. Thus, this dissertation focuses on the study of debt, specifically on the debt of Portuguese Families. To this end, we made several researches related to debt, in particular the notion of indebtedness, its consequences, its indicators, the recent evolution of household debt Portuguese among others. As previously stated credit is one of the factors influencing the debt, but there are more factors that can make such as high yields, since households with high incomes are more likely to be deluded and have higher consumption, high consumption, savings, deposits, the unemployment rate, the inflation rate and the interest rate. In order to analyze the factors that are most associated with debt, a study was carried out using two multiple regression models, one with a longer time series and another with a shorter time series, evaluating the variables indicated were previously negatively or positively associated, thus verifying that nearly all the expected results were confirmed, ie that the variables / factors interest rate, income, consumption and inflation are associated with the level of household debt.
URI: http://hdl.handle.net/10198/10340
Designação: Mestrado em Contabilidade e Finanças
Aparece nas colecções:CF - Contabilidade e Finanças

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Lavínia Fernanda Magalhães Morais.pdf854,6 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.