Biblioteca Digital do Instituto Politécnico de Bragança   Instituto Politécnico de Bragança

Biblioteca Digital do IPB >
Escola Superior de Tecnologia e Gestão >
Mecânica Aplicada >
DMA - Resumos em Proceedings Não Indexados ao ISI/Scopus >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10198/6440

Título: Utilização da função kill and birth elements para a simulação do método do furo na medição de tensões residuais
Autor: Ribeiro, J.E.
Vaz, M.A.P.
Piloto, P.A.G.
Monteiro, Jaime
Lopes, H.
Issue Date: 2007
Editora: APMTAC, SEMNI, ABMEC
Citação: Ribeiro, J.E.; Vaz, M.A.P.; Piloto, P.A.G.; Lopes, H.; Monteiro, Jaime (2007) - Utilização da função kill and birth elements para a simulação do método do furo na medição de tensões residuais. In Congresso de Métodos Numéricos em Engenharia. Porto. ISBN 978-972-8953-16-4
Resumo: Neste trabalho pretende-se analisar a aplicação da função Kill and Birth elements, existente no código comercial de elementos finitos ANSYS® na simulação do método do furo, que é vulgarmente utilizado para a medição de tensões residuais. Serão elaboradas três abordagens: validação da simulação recorrendo a um provete com uma tensão uniforme pré-definida [1]; determinação dos coeficientes de calibração [2] e a simulação de tensões residuais não uniformes em profundidade recorrendo ao método do furo incremental, neste caso faz-se a comparação dos resultados obtidos com os valores medidos experimentalmente [2, 3]. A primeira abordagem é feita para o caso duma placa fina sujeita a um campo de tensões unixial, sobre a qual é colado uma roseta de extensómetros para a medição de tensões residuais, executa-se um furo com um diâmetro de 1,8 mm. A simulação deste ensaio envolve a aplicação da função Kill dos elementos correspondentes à região do furo fazendo de seguida a integração das secções correspondentes aos extensómetros. Na segunda abordagem determina-se numericamente os coeficientes de calibração Aij e Bij que serão utilizados para a terceira abordagem em que faz-se a simulação do método do furo incremental (método integral) para o caso dum provete granalhado, no qual as tensões residuais variam de forma muito pronunciada em profundidade. REFERÊNCIAS [1] M. R. James, and J. Lu, “Handbook of Measurement of Residual Stresses”, Edit. Jian Lu, The Fairmont Press, Inc. United States, (1996). [2] J. E. Ribeiro, “Caracterização Experimental e Numérica de Campos de Tensões Residuais Provocadas por Processos de Fabrico, Tese de Doutoramento, Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto, Porto, (2006). [3] Y. J. Min, M. Hong, Z. Xi, , J Lu, “Determination of residual stress by use of phase shifting moiré interferometry and hole-drilling method”, Optics and Lasers in Engineering, Vol. 44, pp. 68-79, (2006).
Arbitragem científica: yes
URI: http://hdl.handle.net/10198/6440
ISBN: 978-972-8953-16-4
Appears in Collections:DMA - Resumos em Proceedings Não Indexados ao ISI/Scopus

Files in This Item:

File Description SizeFormat
12c_2007_APMTAC_resumo_03.pdf773,49 kBAdobe PDFView/Open

Please give feedback about this item
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 


© Instituto Politécnico de Bragança - Biblioteca Digital - Feedback - Statistics
Promotores do RCAAP   Financiadores do RCAAP

Fundação para a Ciência e a Tecnologia Universidade do Minho   Governo Português Ministério da Educação e Ciência PO Sociedade do Conhecimento (POSC) Portal oficial da União Europeia