Biblioteca Digital do Instituto Politécnico de Bragança   Instituto Politécnico de Bragança

Biblioteca Digital do IPB >
Escola Superior de Tecnologia e Gestão >
Informática e Comunicações >
IC - Teses de Doutoramento >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10198/521

Título: Rocmeu: orientação ao recurso na modelação de aplicações paralelas e exploração cooperativa de clusters multi-SAN
Autor: Alves, Albano
Palavras-chave: Clusters heterogéneos
Comunicação de alto desempenho
Programação paralelas
Organização e manipulação de recursos
Issue Date: 2004
Citação: Alves, Albano (2004) - Rocmeu: orientação ao recurso na modelação de aplicações paralelas e exploração cooperativa de clusters multi-SAN. Guimarães: Universidade do Minho. Teses de Doutoramento em Informática.
Resumo: O desenvolvimento de soluções paralelas para problemas com requisitos computacionais elevados tem estado limitado à exploração de sistemas de computação específicos e à utilização de abstracções altamente conotadas com a arquitectura desses sistemas. Estes condicionalismos têm um impacto altamente desencorajador na utilização de clusters heterogéneos -- que integram múltiplas tecnologias de interligação -- quando se pretende dar respostas capazes, tanto ao nível da produtividade, como do desempenho. Esta dissertação apresenta a orientação ao recurso como uma nova abordagem à programação paralela, unificando no conceito de recurso as entidades lógicas dispersas pelos nós de um cluster, criadas pelas aplicações em execução, e os recursos físicos que constituem o potencial de computação e comunicação da arquitectura alvo. O paradigma introduz novas abstracções para (i) a comunicação entre recursos lógicos e (ii) a manipulação de recursos físicos a partir das aplicações. As primeiras garantem um interface mais conveniente ao programador, sem comprometerem o desempenho intrínseco das modernas tecnologias de comunicação SAN. As segundas permitem que o programador estabeleça, explicitamente, uma correspondência efectiva entre as entidades lógicas e os recursos físicos, por forma a explorar os diferentes padrões de localidade existentes na hierarquia de recursos que resulta da utilização de múltiplas tecnologias SAN e múltiplos nós SMP. O paradigma proposto traduz-se numa metodologia de programação concretizada na plataforma Meu, que visa a integração do desenho/desenvolvimento de aplicações paralelas e do processo de selecção/alocação de recursos físicos em tempo de execução, em ambientes multi-aplicação e multi-utilizador. Na base desta plataforma está o RoCl, uma outra plataforma, desenvolvido com o intuito de oferecer uma imagem de sistema uno. Na arquitectura resultante, o primeiro nível, suportado pelo RoCl, garante a conectividade entre recursos lógicos dispersos pelos diferentes nós do cluster, enquanto o segundo, da responsabilidade do Meu, permite a organização e manipulação desses recursos lógicos, a partir de uma especificação inicial, administrativa, dos recursos físicos disponíveis. Do ponto de vista da programação paralela/distribuída, o Meu integra adaptações e extensões dos paradigmas da programação por memória partilhada, passagem de mensagens e memória global. Numa outra vertente, estão disponíveis capacidades básicas para a manipulação de recursos físicos em conjunto com facilidades para a criação e localização de entidades que suportam a interoperabilidade e a cooperação entre aplicações.
The development of parallel solutions for high demanding computational problems has been limited to the exploitation of specific computer systems and to the use of abstractions closely related to the architecture of these systems. These limitations are a strong obstacle to the use of heterogeneous clusters -- clusters that integrate multiple interconnection technologies -- when we intend to give capable answers to both productivity and performance. This work presents the resource orientation as a new approach to parallel programming, unifying in the resource concept the logical entities spread through cluster nodes by applications and the physical resources that represent computation and communication power. The paradigm introduces new abstractions for (i) the communication among logical resources and (ii) the manipulation of physical resources from applications. The first ones guarantee a more convenient interface to the programmer, without compromising the intrinsic performance of modern SAN communication technologies. The second ones allow the programmer to explicitly establish the effective mapping between logical entities and physical resources, in order to exploit the different levels of locality that we can find in the hierarchy of resources that results from using distinct SAN technologies and multiple SMP nodes. The proposed paradigm corresponds to a programming methodology materialized in the Meu platform, which aims to integrate the design/development of parallel applications and the process of selecting/allocating physical resources at execution time in multi-application, multi-user environments. The basis for this platform is RoCl, another platform, developed to offer a single system image. The first layer of the resultant architecture, which corresponds to RoCl, guarantees the connectivity among logical resources instantiated at different cluster nodes, while the second, corresponding to Meu, allows to organize and manipulate these logical resources, starting from an initial administrative specification of the available physical resources. In the context of parallel/distributed programming, Meu integrates adaptations and extensions to the shared memory, message passing and global memory programming paradigms. Basic capabilities for the manipulation of physical resources along with facilities for the creation and discovery of entities that support the interoperability and cooperation between applications are also available.
URI: http://hdl.handle.net/10198/521
Appears in Collections:IC - Teses de Doutoramento

Files in This Item:

File Description SizeFormat
tese.pdf2,82 MBAdobe PDFView/Open

Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 


  © Instituto Politécnico de Bragança - Biblioteca Digital - Feedback - Statistics
  Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE