Biblioteca Digital do Instituto Politécnico de Bragança   Instituto Politécnico de Bragança

Biblioteca Digital do IPB >
Escola Superior Agrária >
Ambiente e Recursos Naturais >
ARN - Resumos em Proceedings Não Indexados ao ISI >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10198/4546

Título: O efeito do comprimento da encosta na erosão em solos pedregosos: modelo e aplicações em áreas de vinha do Vale do Douro, Portugal
Autor: Figueiredo, Tomás de
Fonseca, Felícia
Ferreira, António
Poesen, Jean
Gonçalves, Dionísio
Palavras-chave: Solos pedregosos
Erosão
Factor comprimento da encosta
Issue Date: 2010
Editora: Copicentro Granada
Citação: Figueiredo, Tomás; Fonseca, Felícia; Ferreira, António; Poesen, Juan; Gonçalves, Dionísio (2010) - O efeito do comprimento da encosta na erosão em solos pedregosos: modelo e aplicações em áreas de vinha do Vale do Douro, Portugal. . In IV Congresso Ibérico da Ciência do Solo. Granada. p. 131. ISBN 978-84-15026-39-6
Resumo: Os solos pedregosos cobrem a maior parte da faixa Mediterrânica, regra geral ocupando as zonas de elevado risco potencial de erosão, como por exemplo as superfícies de relevo ondulado e as áreas de montanha. Tratando-se de terras cultivadas, muitas vezes desde longa data, às condições topográficas junta-se o uso do solo como factor potenciador do risco de erosão. A aplicação de medidas de controlo da erosão impõe-se nestas condições e o comprimento da encosta é um factor de erosão que, na prática, muito condiciona o dimensionamento dessas medidas, especialmente quando se trata de medidas estruturais ou de carácter mecânico destinadas ao controle do escoamento superficial. Todavia, o efeito deste factor é reconhecidamente complexo visto que representa a expressão final do processo de transferência de água e sedimento ao longo da encosta, muito afectado por outros factores que não os estritamente associados à topografía dos terrenos. A pedregosidade superficial dos solos é um deles. Este trabalho tem o propósito de apresentar e discutir um modelo descritivo do efeito da pedregosidade superficial dos solos na transferência de sedimento ao longo da encosta, e de o explorar com aplicações em áreas de vinha do Vale do Douro, Portugal. O modelo considera os parâmetros de caracterização dos elementos grosseiros do solo e deduz o modo como estes contribuem para a retenção de partículas num segmento da encosta. As expressões de cálculo deduzifas são justificadamente apresentadas, bem como o suporte experimental que permitiu calibrá-las. Na sua aplicação ao contexto do Vale do Douro consideraram-se as vinhas plantadas segundo o maior declive (vinhas ao alto) como exemplo. As simulações efectuadas com o modelo permitem explicar resultados experimentais e evidencias no terreno, e formular recomendações para a concepção de planos de conservação do solo à escala da parcela cultivada.
Arbitragem científica: yes
URI: http://hdl.handle.net/10198/4546
ISBN: 978-84-15026-39-6
Appears in Collections:ARN - Resumos em Proceedings Não Indexados ao ISI

Files in This Item:

File Description SizeFormat
GranadaFigueired et al CompEncosta2010.pdf1,1 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 


  © Instituto Politécnico de Bragança - Biblioteca Digital - Feedback - Statistics
  Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE