Biblioteca Digital do Instituto Politécnico de Bragança   Instituto Politécnico de Bragança

Biblioteca Digital do IPB >
Escola Superior Agrária >
Produção e Tecnologia Vegetal >
PTV - Resumos em Proceedings Não Indexados ao ISI >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10198/3181

Título: Análise comparativa do diagnóstico do estado nutritivo em boro da oliveira a partir de folhas colhidas em Julho e em Janeiro
Autor: Arrobas, Margarida
Lopes, João
Pavão, Francisco
Cabanas, J.E.
Rodrigues, M.A.
Issue Date: 2008
Editora: Sociedade Portuguesa da Ciência do Solo
Citação: Arrobas, Margarida; Lopes, João; Pavão, Francisco; Cabanas, José; Rodrigues, Manuel (2008) - Análise comparativa do diagnóstico do estado nutritivo em boro da oliveira a partir de folhas colhidas em Julho e em Janeiro. In III Congresso Ibérico da Ciência do Solo. Évora
Resumo: Em Trás-os-Montes o boto assume relevância similar, ou mesmo superior, à dos macronutrientes. Neste trabalho analisa-se a relação entre a concentração de 8 nas folhas e a produção de azeitona para duas datas de amostragem comuns: ao endurecimento do caroço e no repouso vegetativo. As experiências de campo decorreram durante os anos de 2003 a 06 em dois olivais de sequeiro nas regiões de Mirandela e Bragança, A colheita de folhas foi efectuada em Julho e Janeiro de cada ano. Em Dezembro efectuou-se a colheita da azeitona. As produç6es revelaram pronunciados ciclos de safra e contra safra. Em Bragança, por exemplo, durante os quatro anos as produções médias variaram entre 3.6, 28.1, 5.5, e 22.7 kg/árvore. As diferenças na produção por árvore foram particularmente elevadas. Na colheita de 2004 em Bragança, por exemplo, as produções variaram entre 1.2 e 52.7 kg/árvore. A concentração de 3 nas folhas também variou significativamente entre árvores individuais. A partir de 16 nuvens de pontos obtidas da relação entre a concentração de B nas folhas e a produção, foram conseguidas 10 relações lineares significativas. O número de relações lineares significativas foi usado como medida da qualidade da capacidade de diagnóstico já que, se existe uma relação linear significativa, entende-se que a variabilidade experimental é menor.
URI: http://hdl.handle.net/10198/3181
Appears in Collections:PTV - Resumos em Proceedings Não Indexados ao ISI

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Folhas Janeiro e Julho.pdf456,7 kBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 


  © Instituto Politécnico de Bragança - Biblioteca Digital - Feedback - Statistics
  Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE