Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10198/920
Título: Etnobotânica do Nordeste português: espécies, usos e saberes da Terra-Fria Transmontana
Autor: Carvalho, Ana Maria
Palavras-chave: Etnoflora
PAM
Plantas e usos
Plantas e saberes
Conhecimento empírico
Etnobotânica portuguesa
Data: 2007
Editora: Instituto Politécnico de Bragança, ESA, CIMO
Citação: Semana de Ciência e Tecnologia. Bragança: IPB, 2007
Resumo: Um inventário florístico, realizado ao longo de cinco anos (2000-2005) nos termos de várias aldeias dos concelhos do Nordeste Transmontano, permitiu identificar cerca de 400 taxa de plantas vasculares, silvestres e cultivadas, tradicionalmente utilizados para diversas finalidades e organizar um catálogo etnobotânico, onde para além da descrição das espécies mais usadas e citadas, se referem as principais aplicações e os modos de emprego desses taxa (Carvalho, 2005). A inquirição de vários habitantes, levada a cabo em simultâneo, permitiu também avaliar ao longo do tempo a importância da flora local nas actividades quotidianas das populações bem como perceber a repartição do saber popular por faixa etária e sexo. Um estudo de caso (2006-2007) realizado no âmbito do “Projecto Etnobotânica do Nordeste Português: saberes, plantas e usos” vem confirmar a maioria da informação anteriormente inventariada e ressaltar a importância do conhecimento e da transmissão dos saberes, numa sociedade rural em transformação. Foram colhidas amostras de plantas secas, sementes e material de herbário que se encontram depositadas no Herbário da Escola Superior Agrária. As informações obtidas estão organizadas numa base de dados relacional, elaborada com o programa FileMaker Pro. A título de exemplo, apresenta-se um resumo dos dados já obtidos para a categoria de uso medicinal e referem-se alguns dos taxa silvestres e cultivados mais citados na zona de estudo e sintetizam-se os principais usos e saberes recolhidos
During a survey carried out for five years (2000-2005) in several villages from the northeastern Portugal, 400 vascular taxa, and both wild and cultivated, usually considered in several categories of use, have been inventoried and registered in an ethnobotanical catalogue. Moreover, every plant mentioned as well as its use and preparations are described. Consented interviews with individuals from the villages were conducted in order to gather ethnobotanical information, to assess the importance of local flora in daily rural tasks and to find out if there are different perceptions and plant knowledge according to gender and ages. A study case in 2006-2007 confirmed the main issues already reported and highlighted the link between heritage and knowledge in a changing rural society. Voucher specimens of all plants discussed and encountered were collected, identified and stored in the Escola Superior Agrária de Bragança Herbarium (BRESA). The related information is organized in a FileMaker Pro database. Some examples of the most important taxa of the category medicinal are presented and the main uses reported are synthesized as well as traditional knowledge associated with their use.
URI: http://hdl.handle.net/10198/920
Aparece nas colecções:CIMO - Relatórios Técnicos/Científicos

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Etnobotanica do Nordeste português.pdf314,85 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.