Biblioteca Digital do Instituto Politécnico de Bragança   Instituto Politécnico de Bragança

Biblioteca Digital do IPB >
Escola Superior Agrária >
Ciência Animal >
CA - Artigos em Revistas Não Indexados ao ISI/Scopus >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10198/6606

Título: Resultados produtivos de um rebanho explorado no NE de Portugal
Autor: Teixeira, A.
Issue Date: 1989
Editora: UTAD
Citação: Teixeira, A. (1989) - Resultados produtivos de um rebanho explorado no NE de Portugal. Anais da UTAD. ISSN 0874-7962. 3, p. 139-146
Resumo: São analisados os dado produtivos de um rebanho de ovinos dos grupos étnicos Churro Galego Bragançano c Churro Mondegueiro c dum grupo de fêmeas cruzadas Scotllsh Blackface x Bragançano, explorados num sistema extensivo no NE de Ponugal. No período de 19R6/R7 o grupo de fêmeas cruzadas foi colocado à cobrição com um carneiro da taça Suffolk; a fertilidade foi de 77% c a prolificidade de 1.1 c os borregos tiveram um crescimento médio diário de 190 g/dia desde do nascimento até ao desmame c de 309 gl dia desde o desmame ao abate. Os núcleos de ovelhas Bragançano c Mondegueiro foram sujeitas a duas épocas de cobrição. Na primeira ( 15 de Junho a 15 de Julho) a fertilidade foi de 91% c 86%, c a prolificidade de 1.45 e 1,63, respectivamente. Na segunda época de cobrição (15 de Dezembro a 15 de Janeiro) a fertilidade foi de 74 e 76% c a prolificidade de 1,61 e 1.76, respectivamente para os núcleos Bragançano e Mondegueiro. Os borregos resultantes da primeira época de cobrição apresentaram um aumento médio diário no período do nascimento ao desmame de :!.74 g/d ia, significativamente superior (P<-0001) ao apresentado pelos borregos resultantes da segunda época de cobrição, que foi de 235 g/dia. Para o mesmo período de crescimento os borregos Suffolk x Bragançano tiveram um aumento médio diário 53 g/dia superior (P<-0,01) aos Mondeguciros. No entanto foram os borregos machos nascidos de pano simples c do grupo Suffolk x Bragançano, os que apresentaram um crescimento significativamente superior (P<-0,01) a qualquer um dos outros grupos (368.5 g/dia). Em média os borregos nascidos de pano gemelar cresceram 104 g/dia menos (P<-0001) que os borregos resultantes de pano simples. Durante o período do nascimento ao desmame, o sexo foi um factor que não afectou o crescimento. No período de crescimento desde o desmame ao abate, foram igualmente os borregos da época de cobrição de IS de Junho a IS de Julho, os que apresentaram um crescimento 110,4 g/dia significativamente maior (P<-0.0001) ao dos borregos fruto da época de cobrição de 15 de Dezembro a 15 de Janeiro Por outro lado os borregos de pano simples tiveram um crescimento 66 g/dia superior (P<-0,01) aos borregos de parto gemelar e os machos 50 g/dia superior (P<-0,01) às fêmeas. Neste período de crescimento e à semelhança do período anterior foram os borregos Suffolk x Bragançano que cresceram significativamente mais (P<-0001) que os Mondegueiro. sendo os crescimentos verificados de 278,5 c 191,8 g/dia, respectivamente. Os resultados sugerem que a época de cobrição de 15 de Junho a 15 de Julho apresentou melhores parâmetros produtivos que a época de 15 de Dezembro a 15 de Janeiro.
Arbitragem científica: yes
URI: http://hdl.handle.net/10198/6606
ISSN: 0874-7962
Appears in Collections:CA - Artigos em Revistas Não Indexados ao ISI/Scopus

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Anais UTAD (1988) 3 139-146.pdf1,58 MBAdobe PDFView/Open

Please give feedback about this item
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 


© Instituto Politécnico de Bragança - Biblioteca Digital - Feedback - Statistics
Promotores do RCAAP   Financiadores do RCAAP

Fundação para a Ciência e a Tecnologia Universidade do Minho   Governo Português Ministério da Educação e Ciência PO Sociedade do Conhecimento (POSC) Portal oficial da União Europeia