Biblioteca Digital do Instituto Politécnico de Bragança   Instituto Politécnico de Bragança

Biblioteca Digital do IPB >
Escola Superior de Saúde >
Departamento de Ciências de Enfermagem >
CE - Capítulos de Livros >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10198/2625

Título: Avaliação funcional e efeitos de um treino aeróbio em pacientes hemodialisados com insuficiência renal crónica
Autor: Novo, André
Travassos, Francisco
Souza Teixeira, Fernanda de
Hernández Múrua, Aldo
Azevedo, José
Paz Fernández, José de
Palavras-chave: Hemodiálise
Treino
Aeróbio
Força
Issue Date: 2010
Editora: CIDESD
Citação: Novo, André; Travassos, Francisco; Teixeira, Fernanda de Souza; Hernández Múrua, Aldo Azevedo, José; Paz Fernández, José de (2010) - Avaliação funcional e efeitos de um treino aeróbio em pacientes hemodialisados com insuficiência renal crónica. In Promoção da Saúde e Actividade Física. Vila Real: CIESD. p. 335-351. ISBN 978-972-669-969-9
Resumo: Objectivo: estudar os efeitos de um treino aeróbio sobre a condição física e a qualidade de vida de pacientes hemodialisados com IRC. Metodologia: o estudo teve a duração de 18 semanas. Em função dos dados ergoespirométricos desenvolveu-se um programa individualizado de treino, em tapete rolante ou cicloergómetro. O treino teve a duração de 14 semanas, com uma frequência de 3 vezes por semana, realizando-se nos 30 minutos prévios à sessão de hemodiálise. Discussão de resultados: os homens alcançaram melhores resultados nos testes efectuados, comparativamente com as mulheres. Depois do período de treino, observou-se uma tendência positiva no grupo de treino no teste sentar e levantar, não se observaram alterações significativas no teste de força de preensão manual, observou-se uma melhoria significativa no grupo treinado no teste levantar e caminhar e não houve alterações significativas nas diferentes manifestações de força avaliadas. O grupo de treino melhorou o VO2pico em 9% e o grupo controlo piorou 9,8% mas esta diferença não foi significativa. Conclusões: os pacientes estudados apresentam a capacidade aeróbia e a força diminuídas quando comparados com a população saudável das mesmas características. O treino aeróbio não produziu as adaptações descritas habitualmente na população saudável. É necessário identificar os pacientes que apresentam as condições mínimas para que o treino seja eficaz.
URI: http://hdl.handle.net/10198/2625
ISBN: 978-972-669-969-9
Appears in Collections:CE - Capítulos de Livros

Files in This Item:

File Description SizeFormat
livro-promocao da saude.pdf1,35 MBAdobe PDFView/Open

Please give feedback about this item
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 


© Instituto Politécnico de Bragança - Biblioteca Digital - Feedback - Statistics
Promotores do RCAAP   Financiadores do RCAAP

Fundação para a Ciência e a Tecnologia Universidade do Minho   Governo Português Ministério da Educação e Ciência PO Sociedade do Conhecimento (POSC) Portal oficial da União Europeia