Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10198/13995
Título: Reflexão escrita sobre a prática: quais as preocupações dos futuros professores?
Autor: Martins, Cristina
Pires, Manuel Vara
Palavras-chave: Reflexão escrita
Prática de ensino supervisionada
Futuros professores
Ensino da matemática
Data: 2015
Editora: Universidade Católica Portuguesa, Porto
Citação: Martins, Cristina; Pires, Manuel Vara (2015) - Reflexão escrita sobre a prática: quais as preocupações dos futuros professores? In I Seminário Internacional Educação, Território e Desenvolvimento Humano: livro de resumos. Porto
Resumo: Em Portugal, a legislação relativa à formação de professores indica que os mestrados profissionalizantes para o ensino incluem a unidade curricular Prática de Ensino Supervisionada (PES). Esta envolve, além do desempenho profissional, a realização de um relatório final de estágio, alvo de defesa pública. Neste relatório, na ESEB, é exigida a apresentação, de forma contextualizada, de experiências de ensino e aprendizagem realizadas no estágio, abrangendo os vários ciclos de ensino e disciplinas do domínio de habilitação, e a reflexão crítica sobre as mesmas. Na literatura em Educação é frequente a indicação da necessidade dos professores serem profissionais reflexivos. Para tal é determinante a consideração de um processo de reflexão estruturado, sendo imperativo que o professor dê conta do ocorrido numa situação de sala de aula, distanciando-se física e temporalmente da ação. Este distanciamento conduzi-lo-á a analisar criticamente a sua prática, numa tentativa de obter explicações sobre esta. Apesar da relevância atribuída à estruturação deste processo, é escassa a referência ao conteúdo da reflexão. Neste âmbito, consideramos que é tão importante a preocupação de formarmos professores reflexivos, quanto a consideração dos diferentes aspetos que essa reflexão inclui (conteúdo, bem como, a avaliação que sobre eles é feita (profundidade). Nesta comunicação, iremos realçar o conteúdo de reflexões escritas, ou seja, o “sobre” o que se reflete, produzidas por futuros professores. As ideias a apresentar inserem-se numa investigação mais ampla em desenvolvimento, de natureza interpretativa, continuada no tempo e centrada na análise das experiências de ensino e aprendizagem realizadas na área da Matemática e apresentadas nos relatórios finais da PES, do Mestrado em ensino do 1.º e do 2.º ciclo do ensino básico, defendidos na nossa instituição. A análise das reflexões elaboradas partiu de categorias definidas a priori — incidência da reflexão, planificação da experiência de ensino e aprendizagem, avaliação do que os alunos terão aprendido, importância que a experiência teve para o futuro professor, e perspetivas futuras em relação ao trabalho a desenvolver —, das quais foram resultando, a posteriori, diversas subcategorias. É possível concluir que, por exemplo, no respeitante à incidência da reflexão (escrita) efetuada pelos futuros professores emergem aspetos como temas matemáticos, capacidades transversais, metodologias de trabalho ou recursos didáticos.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10198/13995
ISBN: 978-989-96186-7-1
Aparece nas colecções:DM - Resumos em Proceedings Não Indexados ao ISI/Scopus

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Martins&PiresResumoCom_1SI-ETDH2015.pdf860,91 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.