Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10198/8233
Título: Riscos no bloco operatório realidades que podem influenciar a gestão
Autor: Perdigoto, Paula Alexandra Bordelo
Orientador: Nunes, Alcina
Palavras-chave: Riscos ocupacionais
Bloco operatório
Custos
Centro Hospitalar do Nordeste
E.P.E.
Data de Defesa: 2012
Editora: Instituto Politécnico de Bragança, Escola Superior de Tecnologia e Gestão
Citação: Perdigoto, Paula Alexandra Bordelo (2012) - Riscos no bloco operatório realidades que podem influenciar a gestão. Bragança: Escola Superior de Tecnologia e Gestão. Dissertação de Mestrado em Gestão das Organizações
Resumo: Este estudo, ao abordar a problemática dos riscos no bloco operatório na perspectiva da gestão, tem como objectivo identificar e analisar os riscos biológicos, químicos, físicos e mecânicos a que os profissionais do bloco operatório estão sujeitos para assim poder identificar os custos que lhes estão associados e poder agir sobre eles. Acredita-se que o conhecimento da realidade se constitui como uma ferramenta para a gestão pois permite a tomada de decisões com base em factos concretos. De forma a atingir tal objectivo apresentam-se os riscos a que podem estar sujeitos os profissionais de saúde de forma a enquadrar um estudo exploratório, transversal e descritivo da realidade que se observa nos blocos operatórios do Centro Hospitalar do Nordeste, E.P.E., nas unidades hospitalares de Bragança, Macedo de Cavaleiros e Mirandela. A colheita de dados foi realizada através de questionário e de checklists de observação de riscos. Os resultados obtidos revelam que a grande maioria dos colaboradores não sofreu acidentes, de qualquer natureza e que a notificação de qualquer tipo de acidente é diminuta. No entanto, quando envolvem material biológico, a entrada percutânea, o sangue e a actividade “operar” apresentam-se como a fonte, a via e a tarefa mais mencionada, respectivamente. Quanto a acidentes com produtos químicos o local de exposição e o material envolvido são os “olhos” e o “azul de metileno”, respectivamente, e, em relação a acidentes físicos, dá-se ênfase ao facto do bater com alguma parte do corpo ser muito mencionado. Relativamente ao uso de equipamentos de protecção individual, destaca-se o uso inadequado de protecção oftálmica e protecção de calçado. Face aos resultados encontrados sugere-se que os profissionais e instituição se envolvam mais na prevenção de riscos e promoção de ambiente seguro, investindo na formação, como estratégia de diminuição de custos associados aos riscos. This study, in addressing the issue of risks in the surgery room from a management perspective, aims to identify and analyse the biological, chemical, physical and mechanical hazards that the health professionals are subjected in the surgery room, in order to identify its cost and so act on them. It is believed that knowledge of the real situation is a tool for good management practices since it allows decision making based on facts. In order to achieve this goal, the risks that the health professionals may be exposed are presented in order to fit an exploratory, cross-sectional and descriptive study of reality that is observed in the surgery rooms of the Centro Hospitalar do Nordeste, E.P.E., at the hospitals unit of Bragança, Macedo de Cavaleiros and Mirandela. Data collection was conducted through a questionnaire and checklists of resks observation. The results show that the vast majority of the employees suffered no accidents of any nature and that the notification of any type of accident is reduced. However, when involve biological material, percutaneous entry, the blood and the activity “surgery” arises as the source, route and the task most often mentioned respectively. For accidents with chemical products, the place of exposure and the material type mentioned is the “eyes” and “methylene blue”, respectively, while for physical accidents, emphasis is given to the beating with a body part. In respect to the uses of personal protective equipment, the inappropriate use of ophthalmic protection and shoe pretection is highlighted. Give the findings of this study it is suggested that professionals and the institution should engage further in hazards prevention and promotion of a safe environment, investing in training as a strategery for reducing costs associated with the risks. Este estúdio, al abordar la temática de los riesgos en el quirófano, bajo la perspectiva de la gestión, tiene como objectivo identificar y analizar los riesgos biológicos, químicos, físicos y mecânicos a los que los profesionales del quirófano estan sujetos para así poder identificar los costes que están asociados y poder actuar sobre ellos. Se cree que el conocimiento de la realidad se constituye como una herramienta para la gestión pues permite tomar decisiones en base a hechos concretos. Para poder alcanzar tal objectivo se presentan los riesgos a los que pueden estar sujetos los profisionales de la salud para enquadrar un estúdio exploratório, transverso y discriptivo de la realidad que se observa en los quirófanos del Centro Hospitalário del Nordeste, EPE, en las unidades hospitalarias de Bragança, Macedo de Cavaleiros y Mirandela. La recogida de dados fue realizada a través de cuestionario y de checklists de verificación de riesgos. Los resultados obtenidos revelan que la gran mayoría de los colaboradores no sufrieron accidentes, de cualquier naturaleza y que la notificación de cualquer tipo de accidentes es diminuta. No obstante cuando está envuelto cualquier tipo de material biológico, la entrada percutânea, la sangre y la actividad quirúrgica se presentan como la fuente, la via y la tarea más mencionada, respectivamente. En cuanto a accidentes com productos químicos, el local de exposición y el material envuelto son los “ojos” y el “azul de metileno”, respectivamente, y, en relación a accidentes físicos se da énfasis al hecho de golpear com alguna parte del cuerpo ser muy mencionado. Relativamente al uso de equipamientos de protección individual, se destaca el uso inadecuado de protección ocular y del calzado. De cara a los resultados encontrados, sugerimos que los profisionales y la instituición se envouelvan más en la prevención de riesgos y se promueva un ambiente seguro, invirtiendo en la formación, como estratégias en la disminición de los costos asociados a los riesgos.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10198/8233
Aparece nas colecções:GO - Gestão das Organizações

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Paula Perdigoto_Dissertação.pdf1,25 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.