Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10198/8232
Título: Práticas de responsabilidade social nas organizações o caminho para o desenvolvimento sustentável
Autor: Afonso, Sandra Cristina Pereira
Orientador: Fernandes, Paula O.
Palavras-chave: Responsabilidade social empresarial
Desempenho económico-financeiro
Desenvolvimento sustentável
Análise multivariada
Data de Defesa: 2012
Editora: Instituto Politécnico de Bragança, Escola Superior de Tecnologia e Gestão
Citação: Afonso, Sandra Cristina Pereira (2012) - Práticas de responsabilidade social nas organizações o caminho para o desenvolvimento sustentável. Bragança: Escola Superior de Tecnologia e Gestão. Dissertação de Mestrado em Gestão das Organizações
Resumo: A presente investigação tem como objectivo verificar se a adopção de práticas de responsabilidade social pelas empresas portuguesas contribui para o bom desempenho económico-financeiro e se as empresas socialmente mais responsáveis são também aquelas que têm um desempenho económico-financeiro melhor, assumindo que uma conduta ética e socialmente responsável poderá ser a alavanca para um desenvolvimento sustentável. Secundariamente tem como objectivo identificar as dimensões de influência na actuação socialmente responsável das empresas portuguesas. O estudo incidiu sobre 19 empresas portuguesas de referência, pertencentes ao Índice PSI 20, e abrangeu um período de análise de cinco anos, entre 2005 e 2009. Tendo por base as linhas orientadoras estabelecidas pela Comissão Europeia, foram definidas as dimensões da RSE, a partir das quais se construiu um índice de mensuração, que permitiu a atribuição de um pontuação final (que se designou de Índice RSE) e da categorização de acordo com cinco níveis definidos. Para a mensuração do desempenho económico-financeiro utilizaramse três indicadores, a saber: Rendibilidade Económica; Rendibilidade Financeira e Rendibilidade das Vendas. Para tal aplicou-se uma análise correlacional, uma análise de clusters, e uma análise factorial. A análise correlacional permitiu concluir a existência de correlações positivas moderadas: entre o Índice RSE e a Rendibilidade das vendas, relativamente a 2005, 2007 e 2008; e entre duas das dimensões da RSE – Gestão Responsável e Comunidades Locais e a Rendibilidade das Vendas. A análise de clusters sugere que uma relação equilibrada entre a RSE e desempenho económicofinanceiro pode ser uma estratégia positiva. Através da análise factorial identificaram-se duas dimensões de influência na actuação socialmente responsável: Normas e Requisitos Legais e Conduta Ética e Social. La actual investigación tiene como pretensión verificar si la adopción de prácticas de responsabilidad social por parte de las empresas portuguesas contribuye para el bueno desempeño económico y financiero, y si las empresas socialmente más responsables son también las que tienen un mejor desempeño económico y financiero, asumiendo que un comportamiento ético y socialmente responsable puede ser una palanca para el desarrollo sostenible. Accesoriamente tiene como objetivo identificar las dimensiones de influencia en la actuación socialmente responsable de las empresas portuguesas. El estudio examinó 19 empresas portuguesas de referencia, que figuran en el Índice PSI 20, y el análisis abarca un período de cinco años entre 2005 y 2009. Teniendo por base las líneas de orientación establecidas por la Comisión de las Comunidades Europeas, se definió las dimensiones de la RSE, de las cuales se ha construido un índice de mensuración, que permitió la atribución de una puntuación final (que fue llamado Índice de RSE) y de la categorización de acuerdo con cinco niveles definidos. Para la mensuración de los resultados económicos y financieros fueran utilizados tres indicadores, a saber: la Rentabilidad Económica; Rentabilidad Financiera, y el Retorno sobre las Ventas. Para tal se aplicó un análisis de correlación, análisis de clústers (o análisis de conglomerados) y análisis factorial. El análisis de correlación permitió concluir por la existencia de correlaciones positivas moderadas: entre el Índice de RSE y la Rentabilidad de las Ventas, relativamente a 2005, 2007 y 2008; y entre dos de las dimensiones de la RSE - Gestión Responsable y Comunidades Locales y la Rentabilidad de las Ventas. El análisis de clústers sugiere que una relación equilibrada entre la RSE y el desempeño económico y financiero, puede ser una estrategia positiva. Con el análisis factorial se identificaron dos dimensiones de influencia en el comportamiento socialmente responsable: Normas y Requisitos Legales y la Conducta Ética y Social. This research assumes as aim to verify if the adoption of social responsible practices by Portuguese companies contributes to a good economic and financial performance and if the most social and responsible companies are also those who have a better economic and financial performance, assuming that an ethical and social responsible conduct can be a lever for a sustainable development. Secondly it aims to identify the influence dimensions of social responsible behavior of Portuguese companies. The study examined 19 Portuguese companies of reference that belong to PSI 20 index, analyzed for a period of five years, between 2005 and 2009. Based on the guidelines established by the European Commission it were defined the dimensions of CSR, from which it was built a measurement index, that allowed the assignment of a final score (which was named CSR Index) and the categorization according with five levels. For the measurement of economic and financial performance three indicators were used, to know: Return on Assets; Return on Equity and Return on Sales. For that it were applied a correlation, a cluster and factor analysis. The correlation analysis showed the existence of moderate positive correlations: between the CSR Index and the Return on Sales, in 2005, 2007 and 2008; and between two dimensions of CSR – Responsible Management and Local Communities and Return on Sales. Cluster analysis suggests that a balanced relationship between CSR and economic and financial performance can be a positive strategy. Through factor analysis were identified two influence dimensions of social responsible behavior: Standards and Legal Requirements and Ethic and social conduct.
Descrição: Orientada por Paula Odete Fernandes, Ana Paula Monte
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10198/8232
Aparece nas colecções:GO - Gestão das Organizações

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Sandra_Afonso_MGO_2012_Gestão Organizaçoes.pdf2,19 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.