Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10198/7953
Título: Da literatura para a infância à educação intercultural: construindo pontes
Autor: Magalhães, Maria Helena Rodrigues
Orientador: Guerreiro, Carla Alexandra do Espírito Santo
Palavras-chave: Multiculturalidade
Diversidade
Literatura para a Infância
Literacia Crítica
Educação Intercultural
Data de Defesa: 2012
Editora: Instituto Politécnico de Bragança, Escola Superior de Educação
Citação: Magalhães, Maria Helena Rodrigues (2012). Da literatura para a infância à educação intercultural: construindo pontes. Bragança: Escola Superior de Educação. Dissertação de Mestrado em Ensino da Leitura e da Escrita
Resumo: A presente dissertação tem como objetivo central refletir sobre a problemática da multiculturalidade e revelar o potencial educativo da Literatura para a Infância no desenvolvimento de uma consciência crítica sobre o mundo e na promoção do diálogo intercultural. Hoje, perante uma população multicultural crescente nas nossas escolas, urge refletir sobre esta temática e encontrar caminhos de aprendizagem cooperativa e solidária. Estão as escolas preparadas para este facto? Os professores estão sensibilizados para esta realidade? Deverá a Educação Intercultural ser fomentada em todas as escolas, independentemente da diversidade dos alunos que as frequentam, já que todos somos chamados a intervir numa sociedade que se vislumbra cada vez mais multicultural? Quais as virtualidades da Literatura para a Infância na promoção da Educação Intercultural? Estas questões justificam, na nossa opinião, a existência deste trabalho de investigação. Pretendemos com este estudo criar oportunidades de reflexão sobre estratégias de Educação Intercultural crítica, através do recurso à Literatura de potencial receção infantil, e sistematizar conhecimentos para implementação futura de projetos de intervenção-ação, teórica e metodologicamente fundamentados. Encarando a Literatura para a Infância como um poderoso veículo de transmissão de valores culturais, este estudo procura explorar as suas potencialidades na edificação de atitudes positivas face à diferença, na desconstrução do discurso e práticas monoculturais e no combate aos preconceitos, estereótipos e atitudes discriminatórias. Procura também evidenciar que a Literatura para a Infância contribui para o desenvolvimento global da criança, para a promoção de hábitos e competências de leitura, para o despertar da sensibilidade estética e para a implementação de uma pedagogia da literacia crítica, necessária ao exercício pleno da cidadania, num contexto de diversidade cultural crescente. Trata-se de um estudo com focagem qualitativa e abordagem crítica. Num primeiro momento procedemos a uma pesquisa bibliográfica e à eleição de um amplo conjunto de autores, na busca de um necessário e relevante sustentáculo teórico. Em seguida, efetuámos uma leitura aprofundada e uma análise crítica cruzada da bibliografia selecionada, dialogando com diferentes autores e correntes interpretativas. Por último, tendo por base um referencial teórico devidamente sustentado, desenvolvemos um exercício de leitura crítica dos contos O Patinho Feio, de Hans Christian Andersen, e Os Ovos Misteriosos, de Luísa Ducla Soares, pondo em confronto paradigmas ideológicos divergentes: o paradigma da normalidade e exclusão do diferente e o paradigma da diversidade e da inclusão que olha a diferença como um fator de enriquecimento individual e coletivo. The main goal of this dissertation is to reflect upon multiculturalism and reveal the educational potential of Children Literature in what the development of a critical conscience about the world as well as the promotion of an intercultural dialogue are concerned. Nowadays, as we face a growing multicultural population in our schools, it urges that we reflect upon this theme and try to find a way to a cooperative and supportive learning process. Are schools ready for this situation? Are teachers sensitized concerning as far as this reality is concerned? Should Intercultural Education be promoted in every school, regardless the diversity of students who attend them, since we are all called to intervene in a society that is becoming more multicultural every day? What possibilities does Children Literature offer when promoting an Intercultural Education? In our opinion, these questions help support the development of this research work. It is our intention to create opportunities for reflecting upon strategies for a critical Intercultural Education, by means of using Literature aimed at children, and to systematize knowledge that can help implement future intervention-action projects, which are both theoretically and methodogically supported. Bearing in mind that Children Literature is a powerful means of transmitting cultural values, we intend to explore its potentialities regarding the development of positive attitudes towards difference, the deconstruction of a monocultural speech and monocultural attitudes, and the struggle against prejudice, stereotypes and discriminatory attitudes. It is also our goal to stress that Children Literature contributes for the overall development of children, for the promotion of reading habits and skills, for the awakening of an esthetical sensitiveness, and for implementing a pedagogy of critical literacy, which is essential for exercising a complete citizenship in a context of growing cultural diversity. This research relies both upon a qualitative focus and a critical approach. First we have done some bibliographical research and we have elected a vast collection of authors while searching all the theoretical support we considered relevant and necessary. Then we have done a close-reading of the selected texts and we have compared them, thus dealing with different authors and interpretation theories. Finally, based on a strong theoretical referential, we have developed a critical reading exercise of both Hans Christian Andersen’s The Ugly Duckling and Luísa Ducla Soares’s The Mysterious Eggs by confronting diverse ideological paradigms: the paradigm of normality and of exclusion of what is different, and the one of diversity and of inclusion that regards difference as a factor that helps enrich both the individual and the group.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10198/7953
Aparece nas colecções:ESE - Dissertações de Mestrado Alunos

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Maria Helena Rodrigues Magalhães.pdf790,39 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.