Biblioteca Digital do Instituto Politécnico de Bragança   Instituto Politécnico de Bragança

Biblioteca Digital do IPB >
Escola Superior de Saúde >
Departamento de Ciências de Enfermagem >
CE - Artigos em Revistas Não Indexados ao ISI/Scopus >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10198/7674

Título: Satisfação dos profissionais de enfermagem
Autor: Moura, Sandra Cristina Mendo
Brás, Manuel
Anes, Eugénia
Palavras-chave: Satisfação profissional
Profissionais de enfermagem
Gestão
Issue Date: 2012
Editora: Asociación de Psicologia Evolutiva y Educativa de la Infancia y de la Adolescencia (INFAD de Psicologia).
Citação: Moura, Sandra Cristina Mendo; Brás, Manuel; Anes, Eugénia (2012) - Satisfação dos profissionais de enfermagem. Asociación de Psicologia Evolutiva y Educativa de la Infancia y de la Adolescencia (INFAD de Psicologia). ISSN 0214-9877. 4:1, p. 125-133
Relatório da Série N.º: 1;
Resumo: A delimitação do conceito de satisfação profissional é uma tarefa complexa. Tendo por base esta temática, estabelecemos como principal objectivo, verificar se existem diferenças entre as variáveis sociodemográficas, de contexto profissional, de contexto de formação e de contexto laboral e o nível de satisfação dos profissionais de enfermagem. Tratou-se de estudo descritivo, transversal e correlacional que recorrendo à vertente quantitativa do processo metodológico. Nesta investigação optou-se pela aplicação de um questionário anónimo e confidencial aplicado aos profissionais de enfermagem do ACES Trás-os-Montes I (Nordeste) dividido em duas partes: a primeira parte, contemplando variáveis de caracterização sociodemográfica, profissional, de formação, laboral, entre outras e, uma segunda parte constituída pela escala de Satisfação com o Trabalho de Ribeiro (2002). Quanto aos resultaestatisticamente significativos, relativamente às médias de satisfação mais elevadas são profissionais do sexo masculino, com idades superiores a 44 anos, casados e com filhos, que possuem Pós – Licenciatura de Especialização, que não prestam cuidados directos, com horário fixo, motivados e satisfeitos com o vencimento que auferem, que não têm conflitos no local de trabalho, satisfeitos com o reconhecimento da profissão, que exercem funções de gestão e que continuariam a escolher a mesma profissão.
Arbitragem científica: yes
URI: http://hdl.handle.net/10198/7674
ISSN: 0214-9877
Versão do Editor: www.infad.eu/Em cache - Similares
Appears in Collections:CE - Artigos em Revistas Não Indexados ao ISI/Scopus

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Satisfação dos profissionais de enfermagem.art.pdf2,76 MBAdobe PDFView/Open

Please give feedback about this item
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 


© Instituto Politécnico de Bragança - Biblioteca Digital - Feedback - Statistics
Promotores do RCAAP   Financiadores do RCAAP

Fundação para a Ciência e a Tecnologia Universidade do Minho   Governo Português Ministério da Educação e Ciência PO Sociedade do Conhecimento (POSC) Portal oficial da União Europeia