Biblioteca Digital do Instituto Politécnico de Bragança   Instituto Politécnico de Bragança

Biblioteca Digital do IPB >
Escola Superior Agrária >
Teses de Mestrado >
QSA - Qualidade e Segurança Alimentar >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10198/7608

Título: Determinação expedita de aminas biogénicas em cogumelos por TLC
Autor: Coelho, Susete Amélia da Silva
Orientador: Lopes-da-Silva, M.F.
Dias, L.G.
Palavras-chave: Aminas biogénicas
Comatografia em camada fina
Cogumelos
Biogenic amines
Thin layer chromatography
Mushrooms
Issue Date: 2012
Editora: Instituto Politécnico de Bragança, Escola Superior Agrária
Citação: Susete, Amélia da Silva Coelho (2012) - Determinação expedita de aminas biogénicas em cogumelos por TLC. Bragança : ESA. Relatório de Estágio para obtenção do Grau de Mestre em Qualidade e Segurança Alimentar
Resumo: A presença de aminas biogénicas nos alimentos é um ponto crítico da segurança alimentar pela sua ligação a casos de intoxicações alimentares, sendo por isso importante testar e otimizar novas metodologias analíticas para a deteção e quantificação destes compostos. Neste trabalho, pretendeu-se otimizar uma metodologia baseada na técnica de cromatografia em camada fina para analisar 7 aminas biogénicas: cadaverina, espermina, espermidina, putrescina, tiramina, 2-feniletilamina e histamina. Numa primeira fase, testou-se a eficácia de separação de três eluentes distintos, tendo-se selecionando o eluente clorofórmio: éter diétilico: trietilamina (40:10:10) porque permitiu melhor resolução entre os picos das aminas biogénicas. Posteriormente, avaliou-se o desempenho da metodologia analítica relativamente à calibração de cada amina biogénica para a análise quantitativa. Os coeficientes de correlação (R) obtidos para a maioria das aminas biogénicas foi superior a 0,99, exceto na calibração da 2-fenileilamina cujo R=0,977. Os limites de deteção situaram-se entre 2,6 mg/L (tiramina) e 5,8 mg/L (2-feniletilamina), enquanto os limites de quantificação se situam entre 7,9 mg/L (tiramina) e 17,6mg/L (2-feniletilamina). Finalmente, aplicou-se o método otimizado em amostras comerciais do cogumelo de cultivo Pleurotus ostreatus, em fresco. Estabeleceu-se um procedimento apropriado para a extração das aminas biogénicas nesta matriz e avaliou-se a presença de aminas biogénicas nas amostras de cogumelos conservados à temperatura ambiente ao longo de 8 dias. Neste estudo foram encontrados 4 compostos, três dos quais desconhecidos suspeitando tratar-se de aminas biogénicas. A amina biogénica que foi detetada e quantificada nas amostras de cogumelos foi a espermidina.The presence of biogenic amines in foods is a critical issue of food safety due to its links with cases of food poisoning, being important to test and optimize new analytical methods for detection and quantification of these compounds. In this work it was intended to optimize a methodology based on the technique of thin layer chromatography to analyze seven biogenic amines: cadaverine, spermine, spermidine, putrescine, tyramine, 2-phenylethylamine and histamine. Initially, it was tested the efficacy of separation of three different eluents, being selected the chloroform: diethyl ether: triethylamine (40:10:10) eluent because it allowed better resolution between the biogenic amines peaks. Subsequently, it was evaluated the analytical methodology performance of calibration of each biogenic amine for quantitative analysis. The correlation coefficients (R) obtained for most of the biogenic amines was higher than 0.99, except in the calibration of 2-fenileilamine, with R = 0.977. The limits of detection ranged from 2.6 mg/L (tyramine) and 5.8 mg/L (2-phenylethylamine), while the quantification limits are between 7.9 mg/L (tyramine) to 17.6 mg/L (2-phenylethylamine). Finally, the optimized method was applied in fresh commercial samples of Pleurotus ostreatus mushrooms. It was established a suitable procedure for the extraction of biogenic amines in this matrix and carried out the analysis of the biogenic amines in mushrooms samples stored at room temperature over 8 days. In this study, four compounds were detected, three of which are unknown although suspected to be biogenic amines. The biogenic amine that was detected and quantified in the mushroom samples was the spermidine
URI: http://hdl.handle.net/10198/7608
Appears in Collections:QSA - Qualidade e Segurança Alimentar

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Dissert Susete 2Out (corrigida).pdf1,59 MBAdobe PDFView/Open

Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 


  © Instituto Politécnico de Bragança - Biblioteca Digital - Feedback - Statistics
  Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE